Caixa encabeça lista das empresas que mais aparecem na Justiça do Trabalho

A Caixa Econômica Federal é a companhia que mais aparece na Justiça do Trabalho. A conclusão é de um estudo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com base em dados de 1º de janeiro a 31 de outubro de 2011.

Ainda que encabece o ranking das empresas seguida pela Petrobras e pelos Correios, a CEF reponde por apenas 0,64% do total de processos analisados no período. De acordo com o CNJ, a concentração é menor na Justiça do Trabalho: os 100 nomes que aparecem na lista estão envolvidos em apenas 12% do total de processos. Para se ter uma ideia, esse percentual é de 91% na Justiça Federal.

Indústria, setor público federal, bancos e serviços são os setores mais litigantes. E as empresas invariavelmente estão no alvo. Na lista dos 100 nomes mais ativos nessa esfera da Justiça, 77 são de companhias públicas e privadas.

Vale lembrar que o levantamento leva em conta não apenas as vezes em que as empresas são processadas, mas também as ocasiões em que processam outras partes. No entanto, a própria CNJ admite que, no caso da Justiça do Trabalho, a situação inversa não é das mais frequentes.

Dos dez setores que mais "frequentam" a Justiça do Trabalho, somente as associações têm um percentual maior de processos no pólo ativo (processando), que no passivo (sendo processadas).

 Fonte: Fetrafi-RS/Exame

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − oito =