Bancos públicos respondem por quase metade do crédito concedido no País

Os bancos controlados pelo governo já respondem por quase metade do mercado de crédito no País. A participação de mercado de bancos públicos no crédito para consumidores e empresas chegou a 49,2% em abril, depois que essas instituições lançaram no ano passado uma política agressiva de redução de juros.

A pesquisa mensal de crédito do Banco Central, divulgada neste dia 24, mostrou que os bancos estatais registraram aumento de 29,1% na sua carteira de empréstimos nos 12 meses encerrados em abril deste ano. Nos bancos privados, a expansão foi de 6,3%.

Desde abril do ano passado, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal promoveram uma série de cortes de juros, principalmente para o consumo, dentro da política do governo para tentar acelerar o crescimento do País.

O BNDES, banco estatal de desenvolvimento, também manteve o ritmo acelerado de liberação de dinheiro do Tesouro Nacional com juros subsidiados para empresas. Em abril de 2012, os bancos públicos detinham 44,4% do mercado.

Os dados do BC mostram que, nesse período, a inadimplência nas instituições estatais ficou estável, em 2% do total emprestado. Nas instituições privadas, esses atrasos caíram de 5,4% para 5,0% nos bancos de controle nacional, como Bradesco e Itaú Unibanco.

Nos de controle estrangeiro que atuam no País, como o Santander, a inadimplência subiu de 5,2% para 5,5%. Contribui para a taxa mais baixa no segmento público o volume de empréstimos habitacionais da Caixa e o crédito do BNDES, ambos com atrasos abaixo do verificado, por exemplo, nas linhas com juros sem subsídios, o chamado crédito livre.

 

Fonte: Agência Estado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − sete =