Sindfin apresenta nova proposta para os financiários



 

 

 

Fetrafi-RS e Sindfin voltaram à mesa de negociação da Campanha Salarial dos Financiários na última terça-feira (05), em Porto Alegre. Durante a reunião, ocorrida na sede do sindicato patronal, o Sindfin propôs a correção de 7,5% para as verbas de natureza salarial. Para o Piso A, válido para as funções de contínuo e office-boy, as financeiras propuseram o índice de 9,68%, enquanto o Piso B, pago aos demais empregados terá correção de 7,5%.

Pela proposta do sindicato patronal, o cheque de negociação sindical, conquistado em 2011, passa de R$ 131,60 para R$ 200,00. Já a ajuda alimentação não terá correção, com a manutenção da concessão mensal de 22 tíquetes de R$ 21,20.

O Sindfin também acatou a reivindicação da Fetrafi-RS de instituição do auxílio-creche/babá, equivalente a 30% do valor comprovado pelo empregado até o limite de R$ 100,00. Este benefício será concedido para crianças de até três anos (36 meses).

Também será incluída uma nova cláusula na Convenção Coletiva, prevendo a reabertura das negociações sobre os pisos salariais em março de 2014, com a possibilidade de reajuste para estes itens.

Os financiários foram representados na negociação pelos diretores da Fetrafi-RS, Luiz Carlos Barbosa, do SindBancários, Antonio Augusto Borges de Borges (Guto) e pelo assessor Jurídico da Federação, Milton Fagundes.

Segundo o diretor da Fetrafi-RS, houve avanços e as negociações chegaram ao limite. “Quanto ao cheque de negociação sindical, o reajuste foi de 51%. Embora o auxílio-creche/babá tenha um valor baixo em relação ao benefício concedido aos bancários, consiste em uma nova conquista agregada à CCT. No caso dos pisos, houve reajustes diferenciados, que elevaram os benefícios de ingresso ao mesmo patamar em todas as funções. Outro ponto positivo é a possibilidade de conquista de novas correções na negociação de março de 2014”, analisa Barbosa.

A íntegra da proposta será encaminhada aos sindicatos filiados à Fetrafi-RS para análise e aprovação.

Veja como ficam os pisos com aplicação dos reajustes propostos pelo Sindfin:

Contínuo e Office-boy (9,68%): passa de R$ 777,74 para R$ 853,00;
Demais funções (7,5%): de R$ 793,00 para R$ 853,00.


*Imprensa/Fetrafi-RS
Foto: Paulo Ricardo Dias/Fetrafi-RS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =