3º Encontro Nacional de Mulheres Bancárias



 

A Contraf-CUT realiza entre os dias 25 e 27 de novembro, no Instituto Cajamar, em São Paulo, o 3º Encontro Nacional de Mulheres Bancárias com o tema "Não mexe comigo que eu não ando só". A expectativa é reunir cerca de 150 dirigentes sindicais, independentemente do gênero. A Fetrafi-RS será representada no evento pelas diretoras Isis Garcia Marques, Claudia dos Santos e Maria Cristina Vieira dos Santos.


"Queremos ganhar corações e mentes das dirigentes sindicais brasileiras porque a luta das mulheres é um patrimônio que deve ser apropriado pelas futuras gerações de sindicalistas", afirma Deise Recoaro, secretária de Mulheres da Contraf-CUT.


Com base na metodologia da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), os temas, que serão debatidos, defendem a autonomia das mulheres como fator fundamental para garantir o exercício de seus direitos humanos em um contexto de plena igualdade, assim como o controle sobre seu próprio corpo, a geração de renda e de recursos próprios e a participação na tomada de decisões que afetam sua vida e sua coletividade.


Entre os participantes estão Sonia Montaño, diretora da divisão de gênero da Cepal, Juvandia Moreira, presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Erika Kokay, deputada fedral (PT-DF), Marilane Teixeira, economista e pesquisadora da ESIT/Unicamp e assessora sindical, Giovanni Alves, docente da Unesp de Marília, e Carmem Foro, vice-presidenta da CUT Nacional.


A palestra de abertura será "Rosa Luxemburgo na atualidade", com a especialista Isabel Loureiro. "Ficamos sempre encantadas com as frases de Rosa Luxemburgo estampadas nas camisetas e será um ótimo momento para conhecer um pouco da vida e obra desta revolucionária", afirma Deise.


Também será debatida a formação do Coletivo Nacional de Mulheres, com aprovação de calendário de atividades, com a finalidade de dinamizar as campanhas e formular políticas para a categoria, que sempre foi referência na luta por igualdade.


O evento contará com a instalação de uma creche para atender aos filhos das participantes com idade entre 1 e 7 anos.


As inscrições continuam abertas pelo e-mail: dulce@contrafcut.org.br, sem restrição de gênero. "Temos muitos dirigentes homens solidários com a nossa causa por entenderem que incluir mulheres fortalece a democracia e aumenta a distribuição de renda", ressalta Deise.

Fonte: Contraf/CUT com edição da Fetrafi-RS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =