Bancários retomam Comitê de Relações Trabalhistas do Santander no dia 19

 


 

A Contraf-CUT, federações e sindicatos retomam na próxima terça-feira (19), às 14h, o Comitê de Relações Trabalhistas (CRT) do Santander, em São Paulo. Trata-se de um espaço de negociação permanente com o banco espanhol para discutir a melhoria das condições de trabalho.

Estarão em pauta os assuntos discutidos na reunião ocorrida na última sexta-feira (8) com o banco espanhol, como emprego, mudanças na assistência médica, homologação por prepostos terceirizados e retirada de ações ajuizadas pelo banco contra entidades sindicais.

Apesar do lucro líquido de R$ 4,3 bilhões nos nove primeiros meses deste ano, o Santander cortou 3.414 empregos no mesmo período, o que é injustificável para a Contraf-CUT. Apenas no terceiro trimestre, a instituição lucrou R$ 1,4 bilhão, mas eliminou 1.124 postos de trabalho. Já nos últimos 12 meses, a redução alcançou 4.542 vagas, uma queda de 8,2% no quadro de funcionários que fechou setembro em 50.578.

"Queremos o fim das demissões, da rotatividade e das terceirizações, bem como a contratação de funcionários para acabar com a sobrecarga de trabalho e melhorar o atendimento dos clientes", afirma o funcionário do banco e secretário de Imprensa da Contraf-CUT, Ademir Wiederkehr.

"O banco ficou de trazer a resposta sobre a solicitação que fizemos de uma reunião com o presidente do Santander Brasil, Jesús Zabalza, sobre demissões", destaca a coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, Maria Rosani.

Reunião da COE do Santander

Antes do CRT, a Contraf-CUT realiza no mesmo dia, às 9h30, uma reunião ampliada da COE do Santander, na sede da Confederação (Rua Líbero Badaró, 158 – 1º andar), no centro da capital paulista, para preparar os debates com o banco.

Fonte: Contraf/CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 2 =