Conselho Deliberativo da Funcef aprova programação de 2014


 

O Conselho Deliberativo da Funcef aprovou nesta quarta-feira, dia 11, durante reunião ordinária realizada em Brasília, a Programação Econômico-Financeira (PEF) para o ano de 2014. O trabalho conduzido pela Diretoria Executiva obteve referendo e também manifestações elogiosas por parte dos conselheiros, como resultado de todo um esforço para reduzir as despesas administrativas. A redução, nesse caso, foi significativa.

 

O tema da macroalocação de investimentos também foi objeto de intensos debates e de muitos esclarecimentos. A aprovação do item ficou condicionada à perspectiva de reavaliação no primeiro semestre do próximo ano.

 

No debate sobre as políticas de investimentos para o quinquênio 2014/2018, os conselheiros eleitos fizeram algumas ponderações. O entendimento é de que a alteração de cenários macroeconômicos implica em grau maior de dificuldades na implantação da política de investimentos, requerendo uma programação econômico-financeira condizente com a realidade atual.

 

Para o conselheiro eleito e diretor do Sindicato dos Bancários de Curitiba e região, Antonio Fermino, "a proposta apresentada pela Diretoria de Investimentos tem uma característica marcadamente conservadora". Há a necessidade, segundo ele, de que sejam "buscados aperfeiçoamentos permanentes na política de investimentos para 2014, equilibrando maior retorno dos investimentos com risco calculado".

 

A Gerência de Auditoria Interna apresentou uma boa proposta de atuação para 2014, com foco na auditoria de processos. Os conselheiros aprovaram também o balancete de setembro, o Plano Anual de Auditoria Interna, a abertura do processo de seleção de conselheiros para o biênio de 2014/2015 com classificação das empresas quanto à natureza e a recomposição do Comitê de Assessoramento Técnico de Investimentos.

 

A questão do processo eleitoral na Funcef em 2014, com debate sobre regulamento e calendário do pleito para membros da Diretoria Executiva, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal, foi postergada para a próxima reunião dessa instância de decisão da Fundação.

 

Houve ainda a definição do cronograma de reuniões para o ano de 2014, tanto para o Conselho Deliberativo quanto para os quatro Comitês de Assessoramento Técnico (Benefícios, Ética, Investimentos e Qualidade das Informações Contábeis e de Auditoria).

 

A última reunião deste ano do Conselho Deliberativo foi iniciada com a explanação sobre o panorama da gestão da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte (Pará), empreendimento que conta com a participação da Funcef. As informações a respeito do cronograma da obra e dos benefícios econômicos para a região, entre outros itens, foram apresentadas pelos diretores da empresa Norte Energia Duilio Diniz de Figueiredo (presidente) e Clarice Coppetti (diretora de Relações Institucionais).

 

O Conselho Deliberativo da Funcef tem composição paritária. São três membros indicados pela patrocinadora, a Caixa, e três eleitos pelos associados. Participam também da reunião os suplentes eleitos.

 

Os conselheiros eleitos para a Funcef são Antônio Luiz Fermino, Olívio Gomes Vieira e José Miguel Correia (titulares) e Marco Antônio Moita e Gilmar Cabral Aguirre (suplentes).

 

Fenae

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 4 =