Comissão paritária volta a discutir melhorias no PSIC da Caixa

Na terceira reunião da comissão paritária para avaliar e sugerir melhorias no Processo de Seleção Interna por Competência (PSIC), ocorrida na segunda-feira (3), em Brasília, a Caixa Econômica Federal informou que está implementando a entrevista de retorno. Nela, o candidato ficará sabendo por quais motivos não foi aprovado. A participação do empregado nessa entrevista será facultativa.

Além da entrevista de retorno, outros pontos foram debatidos pela comissão, que é formada por representantes da empresa e dos empregados. Outra novidade apresentada pela Caixa é a criação de um banco para as funções de assistente de executivo pleno, sênior e máster, e consultor matriz.

"A Caixa também detalhou esclarecimentos sobre outros pontos levantados nas duas primeiras reuniões. Esse diálogo é importante para buscarmos alternativas para tornar o processo seletivo mais universal e democrático", ressaltou Rodrigo Schekiera Franco dos Santos, representante da Contraf-CUT na comissão paritária do PSIC.

Nova reunião está marcada para o dia 7 de março, quando a Caixa deverá apresentar mais informações sobre os pontos debatidos na reunião.

Conquista da Campanha Nacional 2013, a comissão paritária do PSIC se reuniu pela primeira vez no dia 17 de dezembro, quando foram apresentados à empresa os problemas identificados no processo de seleção. Esse fórum, conforme estabelecido no acordo coletivo de trabalho, tem até 30 de março para concluir seus trabalhos.

Fonte: Contraf-CUT com Fenae
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 1 =