Bancários ficam encurralados em agências durante protestos

Antes mesmo de começar os jogos da Copa do Mundo, o SindBancários alertou para questões envolvendo a segurança dos bancários nas agências do Centro da Capital. Estávamos preocupados com a segurança, a integridade física e com o deslocamento de trabalhadores dos bancos para as suas agências. Pois, infelizmente, antes de iniciar o jogo de abertura da Copa, em São Paulo, que teve vitória de 3 a 1 do Brasil sobre a Croácia, bancários ficaram encurralados por manifestantes no Centro de Porto Alegre. Bancários temem que a violência aumente na próxima quarta-feira, 18/6, data do primeiro jogo em dia de semana em Porto Alegre.

Levantamento realizado pelo SindBancários na tarde desta sexta-feira, 13/6, em visita a agências do Centro de Porto Alegre, revela que muitas agências foram alvo de depredação no Centro e em outros bairros como a Cidade Baixa. Duas delas, Santander e Caixa, na Borges de Medeiros, foram danificadas. Duas do Banco do Brasil (Borges de Medeiros e Salgado Filho) foram alvo de pedras. Bancários ainda estavam em seus locais de trabalho junto com vigilantes na hora dos confrontos entre manifestantes e Brigada Militar. A foto do repórter fotográfico Ramiro Furquim, do Sul 21, (leia aqui cobertura), mostra ataque à agência 3240, do Banco do Brasil, localizada na avenida Borges de Medeiros, 530.

“As agências já estavam fechadas ao público quando estouraram os confrontos entre manifestantes e Brigada Militar. Mas, mesmo assim, ainda havia trabalhadores, como gerentes, caixas e vigilantes, que tiveram que esperar o tumulto acabar para ir para casa”, relatou o diretor de comunicação e presidente eleito do SindBancários, Everton Gimenis.

A Asbancos (Associação dos Bancos do Rio Grande do Sul) orientou, na terça-feira, que as agências bancárias abrissem em horário normal nos dias de jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre. A Asbancos é dirigida pelo presidente do Banrisul, Tulio Zamin. O prefeito José Fortunati havia decretado ponto facultativo e não feriado, em 16 de maio.

Irresponsabilidade e salvaguarda

“Manter as agências em expediente normal em dias de jogos em Porto Alegre é uma irresponsabilidade. Decretar feriado é uma salvaguarda a uma tragédia. Não se brinca com integridade física de trabalhadores. Se a intenção da prefeitura foi beneficiar o comércio, é preciso rever esta questão, pois muitas lojas do centro e da Cidade Baixa fecharam as portas por causa dos protestos” , reuterou Everton Gimenis.

O SindBancários tem, há três semanas, alertado as autoridades sobre o risco a que bancários estão expostos neste período de jogos em Porto Alegre. Dirigentes têm procurado autoridades, como a prefeitura e a Câmara de Vereadores, para defender que seja decretado feriado municipal em dias de jogos da Copa em Porto Alegre.

Pelo feriado

Por ofício, enviamos ao prefeito José Fortunati, em 2 de junho, considerações sobre nossas preocupações e pedindo que ele levantasse o decreto de ponto facultativo, passando a decretar feriado. A comunicação oficial que enviamos ao prefeito José Fortunati foi respondida com uma negativa. O prefeito diz, em ofício também, que não irá voltar atrás na decisão de decretar ponto facultativo em dias de jogos da Copa.

Apoio a Projeto de Lei

Estamos apoiando o Projeto de Lei do vereador Cláudio Janta, que tramita na Câmara de Vereadores, pleiteando feriado em dias de jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre. Esperamos que os vereadores sejam mais responsáveis que os gestores e votem a proposta com urgência.

O que o Sindicato já fez

– Tornamos pública a nossa preocupação com a mobilidade e a segurança dos bancários, assim como a perda de direitos por descontos de salários por eventuais atrasos.

– Solicitamos diretamente junto ao prefeito José Fortunati que levantasse o Decreto Municipal 18.650, de 13/5/2014, que decreta ponto facultativo, e tornasse os dias de jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre feriados. O prefeito está irredutível e não aceita alterar o seu decreto.

– Procuramos o vereador Clàudio Janta e manifestamos nosso apoio ao seu Projeto de Lei que tramita na Câmara de Vereadores e que pretende tornar os dias de jogos na Copa feriados em Porto Alegre.

– O Sindicato está atento e tomaremos todas as medidas para garantir os direitos dos bancários assim como condições de trabalho decentes sem riscos para sua integridade física ou para sua saúde.

Jogos no Beira-Rio em Porto Alegre em dias de semana

Quarta-feira, 18/6, 13h: Austrália x Holanda

Quarta-feira, 25/6, 13h: Nigéria x Argentina

Segunda-feira, 30/6, 17h: Oitavas de final

Entenda os comunicados das entidades dos bancos

– A Circular 3.703, de 9/4/2014, do Banco Central do Brasil, orienta os bancos a implantarem o expediente das 8h30 ao meio-dia, em dias de jogos da Seleção Brasileira (Quinta-feira, 12/6; Terça-feira, 17/6 e Segunda-feira, 23/6).

– Comunicado da FEBRABAN, de 22/4/2014, confirma tal regime de horários.

– Comunicado da Associação dos Bancos no Estado do Rio Grande do Sul (Asbancos), em 4/6/2014, definia expediente diferenciado em dias de jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre. Na terça-feira, 10/6, entidade anunciou que o expediente será normal (10h às 16h) em Porto Alegre, mesmo nos dias de jogos da Copa.

Fonte: Imprensa SindBancários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 10 =