Cliente é baleada e morta em \”saidinha de banco\” na zona sul do Rio

Uma das proprietárias do restaurante Guimas, Maria Cristina Mascarenhas, de 66 anos, foi assassinada na tarde desta quinta-feira, dia 17 de julho, na Praça Santos Dumont, na Gávea, no Rio de Janeiro. Ela voltava de uma agência do Bradesco quando foi abordada por dois assaltantes em uma moto. Na ação, ela acabou levando um tiro na cabeça e morreu no local.

Policiais da Divisão de Homicídios (DH) e da 15ª DP (Gávea) estiveram no local e recolheram imagens de câmeras de seguranças de um edifício e do BG Bar, que ficam em frente ao local do crime. De acordo com o delegado titular da DH, Rivaldo Barbosa, os criminosos poderiam conhecer a rotina da vítima.

"Presumimos que ela foi seguida desde a agência bancária. Os criminosos podem ter recebido informações privilegiadas, porque era a rotina dela", afirmou o delegado.

Segundo o site SRZD, uma testemunha disse que Maria voltava de uma agência, onde teria sacado R$ 13 mil, quando parou em uma barraca, próximo ao BG Bar. Ela começou a ver umas saias até ser abordada por dois assaltantes, que estavam em uma moto. Um deles desceu do veículo, puxou a bolsa da empresária e atirou em seguida.

Após a ação, os bandidos fugiram do local com a bolsa da vítima e, dentro dela, os R$ 13 mil. Na correria, eles acabaram deixando cair um carregador de pistola, que já está com a polícia.

De acordo com testemunhas, o autor do disparo seria um homem moreno claro de bigode, e não usava capacete. Já o outro homem, que pilotava a moto, tinha um capacete vermelho.

Fonte: SRZD – Rio
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + nove =