Fetrafi-RS publica nota de repúdio à Rede Globo

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras do Rio Grande do Sul (Fetrafi-RS), em nota, repudia a Rede Globo, pelo teor exibido na produção da novela Império, no capítulo veiculado no dia 21 de janeiro, no horário das 21h.

Na ocasião, os personagens Magnólia (Zezé Polessa) e Severo (Tato Gabus Mendes), ao se tornarem milionários, debocham e desrespeitaram a categoria bancária.
Na cena, ao receber um telefonema do gerente do banco, que alertava o casal sobre o excesso de gastos que poderiam desequilibrar a conta bancária dos dois, Magnólia afirma: "Não esquenta a cabeça com essa gente, não. Se bancário entendesse de dinheiro, não seria pobre e não vivia fazendo greve".
Assim como à Rede Globo, a Fetrafi-RS repudia a conduta do autor da telenovela Aguinaldo Silva e seus colaboradores.

Confira a nota da Fetrafi-RS

“A categoria bancária solicita uma resposta da Rede Globo à conduta desrespeitosa do autor da novela, Aguinaldo Silva e seus colaboradores. O tratamento ofensivo ao trabalhador deprecia a categoria e é inaceitável. Fere os direitos humanos e o respeito ao trabalhador brasileiro, especialmente por se tratar de programação em horário nobre e com audiência nacional. Como concessão pública, a televisão brasileira deve zelar pela integridade de cada cidadão e de cada trabalhador.

A categoria bancária é unida e sente orgulho por lutar por melhores condições de trabalho e dignidade humana. A greve é um instrumento de luta legítimo, previsto em lei, para se buscar avanços e conquistas dos direitos. Os bancários sofrem diariamente os efeitos dos maus serviços prestados pelos bancos à sociedade brasileira.

Jornadas cansativas, pressão por metas abusivas, medo da violência de quadrilhas de assaltantes são algumas das dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores de agências bancárias. Além disso, é prática constante das instituições financeiras demitirem profissionais para reduzir custos, inviabilizando o atendimento de qualidade.

A Fetrafi-RS manifesta, assim, sua indignação e seu repúdio a manifestação descabida e desrespeitosa ao trabalhador bancário. Durante a greve dos bancários em 2014, um colunista da afiliada da Rede Globo, do Grupo RBS, também já havia chamado os grevistas do Banrisul de “vagabundos”.

Que este capítulo da quarta-feira, 21/1, da novela “Império”, da TV Globo, não passe despercebido aos representantes governamentais e que se faça valer o que rege a Constituição Federal, em seu Capítulo V, Art. 221: A produção e a programação das emissoras de rádio e televisão atenderão aos seguintes princípios: I – preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas; e IV – respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família.”

Fonte: Comunicação Fetrafi-RS
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + seis =