Promotor da França quer julgamento do HSBC por evasão fiscal na Suíça

Um promotor francês fez um requerimento para que o private bank suíço do HSBC seja enviado a julgamento para responder a acusações sobre um suposto esquema de evasão fiscal para clientes ricos, disse uma fonte do Judiciário na última sexta-feira (13).

A medida processual leva a unidade suíça um passo mais perto de enfrentar um julgamento na França, após uma investigação liderada por magistrados locais. A investigação trata de supostas fraudes envolvendo contribuintes franceses.

O controlador HSBC, que enfrenta uma investigação separada ainda corrente na França, não estava disponível de imediato para comentar, de acordo com a agências de notícias Reuters.

A instituição financeira agora tem um mês para responder. Depois, os magistrados terão a palavra final sobre realizar ou não um julgamento.

O HSBC admitiu falhas em compliance e controles em seu banco suíço e está sendo investigado por autoridades norte-americanas, além de um inquérito de parlamentares britânicos após notícias de que o banco ajudou consumidores a esconder milhões de dólares em ativos num período de 2006 e 2007.

Apesar disso, um porta-voz do HSBC afirmou que o braço suíço de banco de investimento passou por uma transformação nos últimos anos e implementou iniciativas para impedir que seus serviços bancários sejam usados para evasão fiscal e lavagem de dinheiro.

Os casos contra clientes específicos do HSBC já estão em andamento na França.

Fonte: DCI/Reuters

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + dois =