Seminário discute sofrimento psíquico no trabalho e a situação da mulher

Está marcado para cinco de agosto, às 17h, na sede da APEOESP, em São Paulo,o Seminário – Sofrimento Psíquico no Trabalho: Mulher Trabalhadora na (des)construção do Cinismo Viril!. O encontro sistematizará a análise e debate da primeira etapa de trabalho do grupo de estudos, constituído pela Secretaria Estadual da Mulher Trabalhadora da CUT/SP, através da parceria com a Escola Sindical São Paulo e com a socióloga e psicanalista Débora Felgueiras, formada pelo departamento de psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae.

O seminário enfatiza as novas formas de gestão do trabalho e adoecimento psíquico, em especial a discriminação da mulher no mercado de trabalho e a necessidade de desconstrução do cinismo viril. Serão discutidos os estudos do psicanalista francês Christophe Dejours, especialista psicopatologia do trabalho.

O objetivo é subsidiar o movimento sindical com informações e um debate amplo sobre a relação entre o mundo do trabalho, sofrimento psíquico e banalização da injustiça social.

Expositoras

– Cleide Monteiro, psicanalista, professora do curso de Psicanálise do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae;

– Débora Felgueiras, socióloga e psicanalista, que coordenou o grupo de estudos Novas formas de gestão do trabalho e adoecimento Psiquico – uma leitura de Christophe Dejours, em parceria com a SEMT-CUT/SP.

Inscrições

O seminário terá transmissão ao vivo pelo site da CUT São Paulo http://www.cutsp.org.br/ e certificado de participação.

As inscrições ainda estão abertas e devem ser feitas pelo
e-mail: sofrimentopsiquiconotrabalho@cutsp.org.br. Mais informações pelo telefone(11) 2108-9169.

Fonte: Contraf-CUT
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 10 =