BM encontra carro usado em roubo a carro-forte em Nova Petrópolis

A Brigada Militar (BM) de Nova Petrópolis encontrou nesta terça-feira,11, o carro usado pela quadrilha que roubou um carro-forte no começo da noite dessa segunda-feira entre os kms 10 e 11 da ERS 235. De acordo com informações do tenente Marco Antônio Garcia, o Renautl Fluence prata usado na ação estava em ocorrência de furto e foi localizado na localidade de Linha Brasil, a oito quilômetros de onde ocorreu o assalto.

Em entrevista ao Correio do Povo, Garcia afirmou que os policiais militares ainda procuram pelos suspeitos envolvidos no roubo. A ação começou pouco depois das 18h, quando a bordo de dois veículos, o Renautl Fluence e um caminhão Mercedes-Benz, a quadrilha parou um carro-forte. O grupo era formado por pelo menos sete homens.

"O caminhão foi usado para tirar o carro-forte da estrada. O veículo levava dinheiro e seguida de Gramado para Nova Petrópolis. O carro-forte caiu em um barranco de três metros, às margens da estrada, e logo em seguida, os criminosos, armados com fuzis e encapuzados, renderam os dois funcionários da Prosegur", explicou Garcia.

O tenente da BM destacou a tranquilidade e o trabalho de profissional dos criminosos. "Com os seguranças dominados, a quadrilha foi distribuída na estrada antes realizar o roubo. Enquanto uns ficaram com os funcionários, outros foram para rodovia a pé e pararam o trânsito. Eles abordaram três motoristas e avisaram que iriam incendiar os veículos: \’Olha, não temos nada contra vocês, mas precisamos que vocês saiam dos carros porque vamos incendiá-los\’, um deles disse", contou o Garcia.

O objetivo dos criminosos era formar uma barricada para evitar a chegada da Brigada Militar (BM). Um Santana, um Corsa e uma Kombi foram incendiadas no sentido para Nova Petrópolis, metros antes do barranco em que o carro-forte estava depois de ser atingido pelo caminhão Mercedes-Benz. "Tudo foi feito com tranquilidade, sem dar disparos contra as pessoas. Foi um trabalho de profissional e durou pelo menos oito minutos", explicou o tenente Garcia.

Com a barricada formada, a quadrilha teve tempo suficiente para provocar duas explosões no carro-forte antes de fazer o saque. Muitas notas ficaram espalhadas pela ERS 235 e o grupo teria levado metade da quantia que estava no veículo de segurança. Depois de pegar o dinheiro, os criminosos fugiram no Renault Fluence, que foi encontrado hoje.

Fonte: Correio do Povo
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − nove =