Bancários de Florianópolis paralisa Banco do Brasil

Os Bancários de Florianópolis realizaram ato na agência Sul da Ilha do Banco do Brasil, localizada no bairro Campeche na capital catarinense, nesta quarta-feira (12). Dirigentes do Sindicato paralisaram a unidade do BB até o meio-dia em protesto aos graves problemas relacionados às condições de trabalho e de atendimento ao público da agência.

O ato teve por objetivo pressionar a Superintendência Estadual do BB para a solução definitiva dos recorrentes problemas relacionados às precárias condições de atendimento oferecidas ao público que demanda a referida agência. Segundo o presidente do Sindicato e funcionário do banco, Marco Silvano, "as dificuldades provocadas pela precariedade das instalações da agência Sul da Ilha, geradoras de insegurança e estresse vivido pelos funcionários, não são recentes e a direção do BB em Santa Catarina já teve tempo suficiente para resolvê-las."

Problema antigo

Mais de um ano se passou desde o ato realizado em 13 de junho de 2014 pelo Sindicato em solidariedade aos funcionários e sociedade, quando foram coletadas assinaturas e entregue o abaixo-assinado à administração estadual do BB. Além disso, diversas reuniões foram realizadas na tentativa de sensibilizar a empresa quanto à insuficiência do quadro de funcionários e da inadequação do prédio onde está instalada a unidade. Durante este período, diversos episódios colocaram em risco a integridade física e emocional de clientes e funcionários, tais como tentativas de assalto e arrombamento de caixas eletrônicos. Para o diretor e funcionário do BB, Luiz Toniolo, é preciso construir soluções que minimizem o sofrimento físico e mental diário vivido pelos colegas. "Pressionados a dar conta do grande volume de trabalho até que se equalizem os entraves para a realocação da agência."

Devido a repercussão do ato, a Superintendência chamou a direção do sindicato para uma reunião no mesmo dia à tarde. Nesta ocasião, foi entregue aos responsáveis pelo BB um ofício com as demandas urgentes da agência. Como resultado da reunião foram encaminhadas algumas providências como o envio de uma equipe de Engenheiros para avaliação da situação física e priorização do atendimento do carro oficina. Os representantes do BB solicitaram um prazo até a próxima segunda-feira, dia 17, para verificação da avaliação e demais providências.

A direção do sindicato reafirma que a ação sindical sempre terá por objetivo, a responsável representação de nossa categoria e acredita no diálogo como princípio mediador de conflitos.

Fonte: Seeb Floripa
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 5 =