SindBancários sedia Seminário em memória de vítimas de acidentes e doenças do trabalho

O Fórum Sindical de Saúde do Trabalhador (FSST-RS) realizará um seminário no próximo dia 28 de abril, data que marca o Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho. O evento acontecerá a partir das 8h30, no auditório da Casa dos Bancários, sede do SindBancários, em Porto Alegre (Rua General Câmara, 424), no Centro Histórico de Porto Alegre.

O objetivo é esclarecer os trabalhadores e os trabalhadores, através de debates sobre temas relacionados à prevenção de acidentes e às doenças no ambiente de trabalho. Haverá também painéis sobre a atuação do Ministério do Trabalho e Previdência Social, o acesso ao SUS, saúde mental e previdência social.

"Há anos existe uma política nacional de saúde do trabalhador e mais recentemente, foi criada a política estadual de saúde do trabalhador. Nenhuma das duas está devidamente implementada”, critica o coordenador da Comissão da Saúde do Trabalhador do Conselho Estadual de Saúde e diretor da CUT-RS, Cláudio Augustin, que participará da mesa "SUS: acesso e acolhimento”.

Ele destaca também que para os trabalhadores terem o acesso e o atendimento ao SUS é necessária a implementação dessas políticas. "Isso só vai acontecer quando os sindicatos tomarem essa tarefa para si. Os locais de trabalho não visam à saúde do trabalhador, são locais de adoecimento e por isso precisam ser fiscalizados e ter leis específicas sobre o tema”, defende Cláudio.

De acordo com o secretário de Saúde do Trabalhador da CUT-RS, Dary Beck Filho, é fundamental que o movimento sindical realize essa atividade para marcar uma das principais lutas do movimento sindical. "É um alerta muito importante para os sindicatos e para a sociedade em geral, temos que debater esses temas, discutir a saúde e a prevenção de doenças e acidentes laborais”, ressalta.

História

Diversos países, como o Brasil, celebram o dia 28 de abril como Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, estabelecido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2003. A data se refere a 28 de abril de 1969, quando uma explosão em uma mina, em Virgínia, nos Estados Unidos, matou 78 trabalhadores.

Espaço de debates

Desde 2004, as entidades que integram o FSST debatem as questões relacionadas ao tema e todos os anos o Fórum promove uma atividade com a finalidade de alertar o movimento sindical e, principalmente, chamar a atenção da sociedade com relação ao adoecimento, aos acidentes e às doenças relacionadas ao trabalho, enfatizando as dificuldades encontradas pelos trabalhadores com relação à previdência social.

O diretor da CUT-RS, Mário Reis, cita as perícias médicas como um dos assuntos que os trabalhadores mais apresentam dúvidas. "Acreditamos que qualificando os dirigentes sindicais e, sobretudo refletindo sobre o tema, estaremos contribuindo para qualificar o debate nos espaços de discussões sobre a saúde dos trabalhadores”, aponta o dirigente sindical.

Confira a programação

8h30 –Abertura
9h –"A atuação do MTPS no ambiente de trabalho” e "SUS: acesso e acolhimento” Luiz Alfredo Scienza – Auditor-Fiscal do Trabalho
Cláudio Augustin –Coordenador da Comissão da Saúde do Trabalhador do Conselho Estadual de Saúde
10h –Coffee Break
10h20 –"Saúde Mental – Quando o trabalho produz o adoecimento”
Inaiara Kersting –Psicóloga
Jaceia Netz –Assessora de saúde do SindBancários e Fetrafi-RS
Cláudia Magnus –Psicóloga CEVS
12h –Perguntas e Debate
13h –Almoço
14h –"A previdência está falida? – Painel sobre a não reforma da Previdência Social”
Denis Gimenes –Professor de economia da Unicamp/SP
15h30 –Perguntas e Debate
16h30 –Encerramento

Fonte: Imprensa/SindBancários
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 9 =