Previ realiza eleição num momento de ameaça aos direitos dos trabalhadores

Ameaçados por medidas que buscam limitar a participação de trabalhadores nos fundos de pensão de estatais e bancos públicos, como o Projeto de Lei 388, apresentado por Aécio Neves (PSDB) e aprovado pelo Senado no dia seis deste mês de abril, os colegas do Banco do Brasil têm um processo de eleição muito importante entre os dias 13 e 27 de maio próximo. Uma das caixas de previdência mais antigas do Brasil, fundada em 1904, a Previ conquistou um modelo de gestão compartilhado, em que os trabalhadores elegem metade dos diretores e conselheiros do fundo. O SindBancários apoia a "Chapa 3 – Previ, Compromisso com Associados”, encabeçada por Marcel Barros, diretor de Seguridade."Temos que impedir que este projeto regressivo, que já passou pelo Senado, seja aprovado pela Câmara dos Deputados”, diz Marcel.

Superávit

Os integrantes da Chapa 3 defendem os interesses e direitos dos associados, postura que produziu resultados como os R$ 25 bilhões de superávit, distribuídos entre 2006 e 2013, na forma de redução de contribuições e de novos e melhores benefícios.

A qualidade da gestão foi atestada até pela CPI dos Fundos de Pensão. Divulgado no dia 12 de abril, o relatório da Comissão mostra que a Previ foi protegida através de seus fortes mecanismos de análise e decisão.

Ameaças

Mas este modelo vitorioso está ameaçado pelo projeto de lei aprovado no Senado, que na prática elimina a representação dos associados e entrega a gestão do nosso patrimônio ao mercado financeiro. Outra ameaça, é a terceirização dos negócios da Previ, proposta por outra chapa nesta eleição.

Melhorias

A Chapa 3 quer implantar melhorias no Previ Futuro, aproximar a Previ dos associados, aprovar a Perenidade do Plano 1 e controlar e reduzir despesas administrativas, entre outras medidas.

Membros da Chapa

Além de Marcel Barros, a Chapa é composta por Wagner Nascimento e Carlinhos Guimarães (titulares) e por Rafael Zanon e Odali Dias (suplentes), no Conselho Deliberativo. No Conselho Fiscal, Rosalina Amorim é a titular, tendo Fábio Ledo como suplente.

O Conselho Consultivo do Plano de Benefícios 1 tem José Ulisses como titular e Rita Mota de suplente. Já o Conselho Consultivo do Plano de Benefícios Previ Futuro conta com Deborah Negrão como titular e Tânia Leyva na suplência.

Calendário
Votação: de 13 a 27 de maio.
Apuração, homologação e divulgação: 27 de maio.
Posse: 01 de junho.

Propostas
As propostas das cinco chapas concorrentes a diretoria da Previ podem ser acessadas pelo site:
http://migre.me/tCSCz

Fonte: Imprensa/SindBancários
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + nove =