Mauro Pereira: mal informado ou mal intencionado?

 

Nota em resposta à matéria “Mauro e os outdoors”na coluna Mirante do Jornal Pioneiro desta segunda-feira (24 de abril)

Mauro Pereira (PMDB/RS) votou a favor do regime de urgência da reforma trabalhista, acelerando a votação em plenário sem debate. Portanto, votou CONTRA os trabalhadores, CONTRA o diálogo e a discussão, ao contrário do que afirma. 
Diferente do que Mauro Pereira diz, as reformas da previdência e trabalhista, do jeito que estão sendo apresentadas, são injustas e desequilibradas: 
➡ a reforma da Previdência propõe idade mínima de 65 anos para se aposentar, prejudica as mulheres, os trabalhadores rurais, policiais, professores e ainda ataca as pensões. 
➡ a reforma Trabalhista aumenta a jornada de trabalho, aumenta a duração dos contratos temporários, diminui o intervalo de descanso e fragmenta as férias. Além disso, permite contratos precários, estimula as demissões e prejudica o acesso do trabalhador para reclamar direitos na Justiça do Trabalho. 
➡ a terceirização indiscriminada, já aprovada com o voto de Mauro Pereira, significa salários mais baixos, maior jornada de trabalho, menos direitos e péssimas condições de trabalho. Resultará também em maior número de acidentes, doenças e mortes. Isso já é uma realidade comprovada para quem vivencia o trabalho terceirizado.
Mauro Pereira certamente recebeu votos de trabalhadores que confiaram nele para defender seus direitos na Câmara Federal. Se esse deputado não é mal informado sobre as consequências das reformas, então é mal intencionado e atua para fazer o que interessa ao governo Temer e aos grandes empresários do país. 
 Por isso, convocamos todos para a Greve Geral do dia 28 de abril. Vamos mostrar que não aceitamos essas reformas sem discussão e que quem trai a confiança dos trabalhadores NUNCA MAIS será eleito.

Ademar Sgarbossa
Sintep/Serra
SINDICATO DOS TRABALHADORES DO ENSINO PRIVADO DA REGIÃO DA SERRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Nelso Bebber
Sindicato dos Bancários 
SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

Olga Neri de Campos Lima
Sinpro/Caxias
SINDICATO DOS PROFESSORES DE CAXIAS DO SUL

Silvana Piroli 
Sindiserv
SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CAXIAS DO SUL

Claudir Antonio Nespolo
CUT/RS 
CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES – RIO GRANDE DO SUL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =