Bancários no Dia Nacional de Lutas em Caxias do sul

Os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas neste dia 11 de Julho! Em Caxias do Sul, a mobilização começou ainda no dia 10, por voltas das 19h no Sindicato dos Bancários foi realizada a plenária de organização e mobilização, decidindo assim as ações da paralisação.

Durante o Dia Nacional de Lutas a ação contou com o apoio de movimentos sociais organizados que fortaleceram ainda mais a manifestação. Cartazes, bandeiras, faixas, adesivos de protesto confirmaram a presença de entidades sindicais e partidos políticos. Por volta das 8h da manhã os representantes do Sindicato dos Bancários distribuíram-se entre as agências. Paralisando na cidade cerca de 12 agências bancárias.

As pautas levadas para a rua reafirmam as grandes causas da classe trabalhadora, os bancários destacaram a repulsa ao PL 4330 da terceirização (definido como desumano e desnecessário). Demais reivindicações se referiam ao Fim do fator previdenciário, Democratização dos meios de comunicação; 10% do PIB para a Saúde; 10% do PIB para a Educação; Valorização das Aposentadorias; Reforma Agrária; Mudança nos leilões do Petróleo; Redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salário; Reforma Política e Reforma Urbana.

Em Caxias do Sul, ainda durante a madrugada em frente a Visate, no bairro Esplanada, no início eram mais de 300 pessoas entre integrantes do Sindicato dos Rodoviários, do Sindiserv, estudantes e Movimento Rural. Durante a manhã outras centenas de manifestantes se uniram ao ato. O Sindicato dos Metalúrgicos informou que os manifestantes reunidos na BR-116 e na RS-122 realizaram uma caminhada até a Praça Dante Alighieri utilizaram o caminhão de som para dar vazão a voz da pauta dos trabalhadores. Estavam reunidos trabalhadores do setor bancário, profissionais da saúde, metalúrgicos, funcionários dos Correios e de outras categorias.

Ao subir no carro de som, estacionado em frente a Catedral de Caxias do Sul, Nelso Bebber, Coordenador da Secretaria de Organização e Políticas Sindicais declarou “a mobilização nacional desse Dia de Lutas repercute para os governantes que começarão voltar as atenções a pauta dos trabalhadores, pois estamos reunidos em nossas categorias, manifestando o desejo de defender nossos direitos e a nossa insatisfação geral.”

O ato demonstrou que os trabalhadores estão atentos ao novo período de protestos onde a sociedade demonstra-se em luta por melhorias básicas como transporte de qualidade, saúde para todos, educação digna e segurança.

Assessoria de Imprensa Bancax
Fotos: Daíse Escobar e Marcelo Caon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =