Bancários denunciam CGPAR 22 e 23 ao Ministério Público do Trabalho

Denúncia aprovada em Seminário será subscrita pela Fetrafi-RS

A Fetrafi-RS, a Fenae e outras entidades vão requerer a instauração de Inquérito Civil para investigar as Resoluções CGPAR 22 e 23. O documento com a denúncia foi aprovado no II Seminário em Defesa dos Planos de Saúde de Autogestão e será encaminhado ao procurador-geral do Trabalho, Alberto Bastos Balazeiro.

Entre outras coisas, o documento denuncia que “a CGPAR ataca a assistência médica dos empregados das estatais com nítido objetivo de impor os chamados “planos de mercado”, em detrimento das assistências por autogestão, tentando “empurrar” para a iniciativa privada um enorme contingente de “clientes”, a custa do desmonte das estruturas de autogestão, sacrificando, nessa manobra, instrumentos de controle e prevenção de doenças e realização do dever empresarial de promover o meio ambiente do trabalho adequado e saudável”.

 

Fonte: Fetrafi-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 1 =