Novo desconto do INSS começa a valer em março

A nova tabela é parte da Emenda Constitucional número 6, que oficializou a reforma da Previdência do governo Bolsonaro

Os trabalhadores brasileiros já receberão o salário referente ao mês de março com os novos descontos do INSS. A nova tabela é parte da Emenda Constitucional número 6, que oficializou a reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

Antes da Reforma, o regime geral possuía três faixas de contribuição, que variavam de 8% a 11%, agora passam a variar entre 7,5% e 14%, com quatro faixas salariais.

A principal mudança é que salários mais altos terão descontos maiores e os mais baixos terão descontos menores. As taxas, porém, passam a ser progressivas, ou seja, cobradas sobre a parcela do salário que se enquadrar em cada faixa. Isso faz com que, em muitos casos, a alíquota efetiva diminua, e não aumente, com relação à cobrada antes da reforma.

Quem recebe um salário mínimo (R$ 1.045 em 2020) terá desconto de alíquota única de 7,5%. Já os ganhos entre o mínimo e R$ 2.089,60 serão descontados em 9%. Isso significa que a alíquota de 9% é descontada apenas do valor que superar os R$ 1.045, e não de todo o salário. Isso vale para todas as faixas salariais acima do mínimo.

Uma pessoa que possui salário de contribuição de R$ 2.089,60 (teto da segunda faixa de contribuição), contribuirá com R$ 172,39 reais, pois a alíquota de 9% só será aplicada ao valor de R$ 1044,60.

Confira os descontos para cada faixa de contribuição:

Fonte: Fenae

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =