Pressionados pelo Comando dos Bancários, Bancos anunciam medidas contra o coronavírus Covid-19

Veja o que cada banco anunciou

Os bancos vem anunciando, todos os dias, uma série de medidas para combater o desenvolvimento do Covid-19, o coronavírus. Como já foi divulgado, nesta segunda-feira, 16 de março, o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) criaram um comitê de crise para acompanhar as orientações das autoridades sobre a questão.
Até o momento, porém, não houve nenhuma medida no sentido de fechar agências. Veja quais as principais ações definidas e divulgadas por cada banco:

Banco do Brasil
Dispensar menores aprendizes e estagiários do comparecimento aos locais de trabalho, nas praças onde as atividades escolares estão suspensas;
priorizar home office para pessoas acima de 60 anos, grávidas, imunossuprimidos, diabéticos, portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares, e pessoas em tratamento de câncer;
retirar, das praças com transmissão comunitária do vírus, os funcionários da sala de autoatendimento e afixar cartazes, conforme padrão determinado pela Superintendência Administrativa, contendo orientações para os clientes;
contingenciar, nas praças com transmissão comunitária do vírus, a quantidade de clientes aguardando atendimento dentro da dependência, de acordo com a capacidade de atendimento definida pelo administrador da agência com anuência do Superintendente Comercial;
escalonar, quando possível, o horário de trabalho em turnos, com o intervalo mínimo de 30 minutos entre os turnos (visando a higienização do ambiente), para proporcionar maior distanciamento físico entre os funcionários;
proporcionar flexibilidade de jornada de trabalho, com possibilidade de a administração abonar até uma hora de trabalho diária dos funcionários, nas dependências localizadas em praças com transmissão comunitária do vírus ou com atividades escolares suspensas.
Caixa
Autorizado o afastamento dos trabalhadores que regressaram de viagens a países com o surto do vírus ou que tiveram contato com pessoas que testaram positivo por 14 dias;
empregados que apresentem sintomas da doença (tosse, febre ou dificuldade de respirar) devem ser orientados a buscar atendimento médico urgente;
trabalho home office por até 30 dias para os grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde;
aquisição de álcool gel e máscara para uso, conforme protocolo do Ministério da Saúde. As unidades poderão utilizar a verba de “pronto pagamento” na compra de máscara e álcool gel, observadas as orientações do Ministério da Saúde;
para os casos confirmados, o gestor deverá afastar o empregado ou prestador de serviço terceirizado; encaminhar mensagens à caixa postal GERET10 – Coronavírus; acionar GILOG de vinculação para reforço de limpeza e contatar os grupos multidisciplinares coordenado pela área de Pessoas (GERET10 – SUBER);
a CONTEC, desde o dia 1º de março, está intensificando junto às entidades de base uma cartilha de prevenção ao vírus.
Banrisul
Home office para os colaboradores enquadrados em grupo de risco até o dia 30 de abril, com monitoramento diário da mudança de cenário da pandemia. A mesma medida contempla parte das equipes de empregados que também irão trabalhar em home office. Os estagiários do Programa Jovem Aprendiz permanecerão em suas casas;
a orientação do Banco é evitar o trânsito de pessoas externas nos locais de trabalho quando não for necessário, como entregadores e vendedores. Também foi disponibilizado álcool gel nas instalações do Banrisul para os empregados, clientes e visitantes;
a equipe de funcionários que atuam na limpeza está reforçando a higienização das superfícies de contato direto pelos empregados e visitantes, como maçanetas, corrimãos, puxadores, elevadores e catracas; e também dos equipamentos das salas de autoatendimento. Outra ação é o uso de luvas para manuseio de numerário realizado pelos caixas e colaboradores que atuam na tesouraria das agências;
estão suspensas até o dia 30 de abril as atividades de capacitação, treinamento, reuniões com mais de 10 pessoas e eventos coletivos que impliquem na aglomeração de pessoas, assim como viagens internacionais ou nacionais.

Santander
O banco vai implantar a rotina de home office em algumas áreas, como forma de reduzir a densidade de pessoas nos locais de trabalho e em circulação pelas cidades. Funcionários com mais de 60 anos, grávidas ou com doenças crônicas podem pedir para não estar presencialmente no trabalho se assim desejarem;
o banco orientou medidas de higiene pessoal e dos equipamentos que cada funcionário utiliza em seu trabalho, como teclados, além de evitar a presença em ambientes onde haja aglomerações de pessoas e a adoção de novas formas de cumprimentos;
o Comitê Executivo do banco decidiu, de forma excepcional, antecipar o 100% do 13º salário (as duas parcelas) de todos os funcionários. Os valores serão pagos no dia 30 de abril. O banco também aumentará, em 10%, o limite do cartão de crédito de todos os funcionários que não têm dívidas em atraso com o banco;
o Santander orientou, ainda, que sejam evitadas as visitas comerciais e sejam instruídos os clientes que apresentem sintomas compatíveis com a doença para que não entrem nas agências e procurem ajuda especializada, além de tomar cuidados adicionais, como lavar as mãos após manusear itens como dinheiro e boletos e, nas lojas mais expostas, como as que têm grande fluxo de beneficiários do INSS.
Bradesco
Afastar imediatamente do trabalho, em departamentos e agências, os funcionários mais vulneráveis. A partir das 12h desta terça, todos os trabalhadores considerados em grupos de risco foram orientados a se isolar em casa e, quem tem celular corporativo, a levá-lo para o isolamento. Fazem parte deste grupo os bancários em agências ou departamento que tenham mais de 60 anos, transplantados, pessoas em tratamento de câncer, estagiários, menores aprendizes e pessoas com doenças crônicas. A pedido do movimento sindical, o banco incluiu ainda mulheres grávidas no grupo de pessoas vulneráveis, e estas também devem se isolar;
quem tem doença crônica deve primeiro se isolar em casa e depois comunicar o banco sobre o isolamento através do Ligue Viva Bem (0800 701-1212).

Itaú
Até o fechamento desta matéria, não havia anunciado medidas especiais, embora tenha pelo menos dois casos confirmados do vírus entre seus funcionários. Segundo informações apuradas com representantes dos funcionários, o banco deve se manifestar nesta quarta-feira, 18 de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − nove =