Banrisul define novas orientações sobre controle do coronavírus

Em reunião com a Fetrafi-RS e SindBancários, DGP concordou em aumentar os cuidados

Em reunião nesta quinta-feira, 19 de março, entre a Fetrafi/RS e o Sindbancários Porto Alegre e Região com o Departamento de Gestão de Pessoas do Banrisul, foram colocadas as questões mais freqüentes que chegam à Federação e aos Sindicatos em virtude da pandemia do COVID-19 (Coronavírus). Foi definido que:
• para mães e pais com filhos dispensados pelas escolas, a orientação do banco é que os casos sejam tratados diretamente com os gestores, que estão orientados a dispensar o maior número possível de empregados, orientando ser feito rodízio, ser não for possível a liberação;
• empregados pertencentes ao grupo de risco, comprovados anteriormente através do exame periódico ou compra de medicação na Cabergs, por exemplo, serão dispensados automaticamente. Os que se enquadrarem a partir de agora em doenças do grupo de risco deverão apresentar laudo médico. O Banrisul fará confirmação através do Sistema;
• os Caixas deverão trabalhar com luvas, que já estão sendo disponibilizadas pelo banco;
• a partir de hoje o atendimento passará a ser feito por contingenciamento, ou seja, 1 cliente ou usuário para cada empregado, no máximo;
• as campanhas comerciais estão suspensas;
• quem apresentar sintomas de adoecimento por coronavírus e necessitar de auxílio médico, postos de saúde ou hospitais não precisará apresentar atestado médico, desde que a saída seja avisada previamente ao seu gestor;
• foi negociado realizar rodízio entre os empregados para evitar o excesso de exposição.
O Movimento Sindical e o Banrisul estarão acompanhando o desenrolar da pandemia e todos os normativos e suas consequências. Os casos omissos deverão ser encaminhados ao SESMET pessoas_dg@banrisul.com.br e Fetrafi/RS fetrafirs@fetrafirs.org.br .
Fonte: Fetrafi-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 2 =