Bancos terão atendimento restrito em Caxias e Região

Em Caxias do Sul o acesso e em outras cidades as pessoas terão

que agendar por telefone para suporte presencial

 

A pandemia com o novo Coronavírus está provocando a alteração da rotina de todas as pessoas em todo o planeta. Em Caxias do Sul, após reunião com sindicatos de trabalhadores e patronais de diversos setores da economia local, a prefeitura do município emitiu um Decreto com diversas medidas restritivas para ajudar no isolamento das pessoas em suas residências.

Este decreto veio ao encontro das demandas do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região, que na tarde de quinta-feira enviou Ofício a todas as 14 cidades de sua base territorial ( Caxias do Sul, Antônio Prado, Canela, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Gramado, Ipê, Nova Pádua, Nova Petrópolis, Nova Roma do Sul, Picada Café, São Marcos e Veranópolis), assim como a audiência com os bancários e demais representantes de trabalhadores e setores econômicos locais.

Atendimento bancário somente com agendamento

A partir desta segunda-feira os bancos trabalharão com as portas fechadas, porém não suspenderão totalmente o atendimento. Para ter acesso ao interior das agências será necessário que a pessoa faça um agendamento prévio por telefone ou outras formas de contato/comunicação (e-mail, aplicativo, whatsapp). Somente com agendamento antecipado prévio as pessoas poderão ingressar no banco.

A área de autoatendimento permanecerá aberta para o público, porém a higienização dos caixas será recrudescida e o acesso será controlado.

Outros municípios

Assim como Caxias, outros municípios da base do sindicato também emitiram decretos com regras para o funcionamento do comércio em geral.

Gramado: agências bancárias estarão fechadas.

Canela: os bancos permanecem abertos, mas haverá uma escala de trabalho em forma de rodízio para os funcionários e medidas de prevenção mais rígidas.

Farroupilha: Não fecha, mas pedem ao público que não haja aglomeração.

Nova Petrópolis: As agências não fecham, mas não haverá acesso de público. Atendimento por telefone e meios eletrônicos.

Flores da Cunha: bancos poderão manter as agências funcionando mediante teleagendamento. Autoatendimento estará livre, desde que não haja aglomeração e higienização periódica dos equipamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezoito =