Rubem Novaes é convidado a explicar cessão de carteira de crédito do BB ao BTG Pactual

É a primeira vez em sua história que o Banco do Brasil realizou uma operação de cessão de carteira de crédito a uma instituição fora de seu conglomerado

 

O deputado Glauber Braga (Psol/RJ) protocolou requerimento na Câmara dos Deputados para que o Banco do Brasil esclareça o processo de cessão de uma carteira de crédito de R$ 2,9 bilhões ao BTG Pactual. Além dos esclarecimentos a serem dados pelo banco, o presidente do BB, Rubem Novaes, foi convidado pela bancada do Psol a comparecer à Câmara para responder perguntas sobre o assunto.

É a primeira vez em sua história que o Banco do Brasil realizou uma operação de cessão de carteira de crédito a uma instituição fora de seu conglomerado. Segundo o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga, a operação foi feita sem transparência e levanta suspeitas.

O BTG Pactual foi fundado pelo atual ministro da Economia, Paulo Guedes. O Banco do Brasil está subordinado ao Ministério da Economia.

A iniciativa do deputado faz parte do movimento de criação de uma frente parlamentar em defesa do caráter público do Banco do Brasil, sobre a qual o 31º Congresso Nacional dos Funcionários do BB (CNFBB) debate no dia 12 de julho. Em vídeo reproduzido durante o congresso, o parlamentar falou sobre a entrega do patrimônio público pelo governo Bolsonaro.

“É uma importante iniciativa que foi lançada no CNFBB. Vários políticos de diferentes partidos também enviaram suas declarações em defesa do banco e do funcionalismo, e agora vamos construir essa frente. Essa é só a primeira ação”, explicou o coordenador da CEBB.

 

Fonte: Contraf-CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =