CEE/Caixa faz nova cobrança sobre pagamento da 2ª parcela da PLR

Documento destaca que empregados ainda não têm posicionamento do banco quanto ao pagamento
O pagamento da 2ª parcela da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) dos empregados da Caixa foi mais uma vez foco do ofício da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), assessorada pela Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/ Caixa). No documento, os empregados destacam que a divulgação do balanço do 4º trimestre de 2020 da Caixa acontecerá na próxima quinta-feira (18) e os trabalhadores ainda não tiveram uma posição sobre quando acontecerá o pagamento desta conquista dos trabalhadores.

De acordo com o ofício enviado ao banco, o pagamento da PLR é uma forma de reconhecimento do esforço redobrado dos trabalhadores com o pagamento do auxílio emergencial e outros benefícios. Mais da metade da população brasileira, cerca de 100 milhões de pessoas, passaram pela Caixa em busca dos auxílios.

“É um reconhecimento importante aos colegas. Mas não é o suficiente. Os empregados precisam ser valorizados pelo trabalho essencial que fazem. Nós, do movimento sindical e entidades representativas, sempre reivindicamos a ampliação no número de empregados, melhores condições de trabalho e de atendimento à população”, defendeu a coordenadora da CEE/Caixa, Fabiana Uehara Proscholdt.

Com a volta do pagamento do auxílio emergencial, Fabiana destaca a urgência na vacinação dos empregados da Caixa, e de toda a população.

Pedido de antecipação

No final de fevereiro, a CEE enviou ofício à Caixa pedindo a antecipação do pagamento da PLR. A Caixa informou que o pagamento será até 31 de março, sem mais definições. Conforme o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), o banco público tem até 31 de março para efetuar o pagamento.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =