Governistas abrem a porteira para entrega do Banrisul

Por 9 votos a 3, deputados da base do governo de Eduardo Leite aprovaram PEC 280/2019 na Assembleia Legislativa para suspender do plebiscito e vender patrimônio público

Os deputados da base do governo Eduardo Leite ficaram na história triste das empresas públicas na noite da terça-feira, 23/3. Nove dos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa, aprovaram o relatório que torna a PEC 280/2019 legítima e constitucional para acabar com o plebiscito para a venda do Banrisul, Procergs e Corsan.

Três deputados da oposição ao governo Leite votaram contra ao parecer. Na prática, Leite e sua turma na Assembleia Legislativa abriram a porteira da privatização sem que o povo gaúcho decida sobre o futuro de seu próprio patrimônio em um processo de consulta popular.

A história desta PEC é cercada de mentiras. O governador Eduardo Leite aparece como o maior entre os que faltaram com a palavra. Durante a eleição de 2018, o governador disse que não venderia Corsan e Banrisul e agora recua sob argumentos absurdos.

Um desses argumentos é que 11,5 milhões de gaúchos não estariam suficientemente informados sobre o que as privatizações representam. Porá, pesquisas realizadas na última década, apontam que 70% dos(as) gaúchos(as) são contra a venda do patrimônio público.

O parecer aprovado na terça-feira teve a mão do deputado estadual Elizandro Sabino (PTB), justamente deputado da base do governista. Ele havia sido escolhido a dedo já em 2019 para redigir o parecer.

A PEC 280/2019 é de autoria do deputado Sergio Turra (PP). Ele a apresentou junto com a assinatura de outros 24 deputados em setembro de 2019.

Agora, a PEC 280/2019 deve tramitar por comissões da Assembleia Legislativa e ser debatida em audiências públicas. Vamos fiscalizar essa tramitação porque o governador tem pressa. Ele quer deixar o Rio Grande para ser presidente do país como candidato do PSDB no ano que vem.

Os Banrisulenses precisam ficar atentos aos próximos passos e participar das atividades de mobilização e protesto organizada pelas suas entidades sindicais em todo o Estado.

A hora é de pressionar os deputados de sua região e evitar que a PEC 280/2019 seja aprovada em dois turnos em Plenário. É importante que os colegas ocupem e participem ativamente de audiência públicas e sejam bastante ativos nas redes sociais para podermos superar as dificuldades de comunicação ocasionadas pela pandemia de Covid-19.

Desde a semana passada, os Banrisulenses têm participado ativamente na defesa do Banrisul. No sábado passado e na segunda-feira, 22/3, dois tuitaços mobilizaram a resistência.

A petição online da ferramenta Dialoga teve mais de 11 mil participantes.

Veja quais deputados estaduais votaram a favor do relatório da PEC 280/2019

Tiago Simon (MDB)

Vilmar Zanchin (MDB)

Frederico Antunes (PP)

Sérgio Turra (PP) – relator da PEC 280/2019

Elizandro Sabino (PTB) – Autor do parecer favorável a PEC 280/2019

Mateus Wesp (PSDB)

Elton Weber (PSB)

Tenente Coronel Zucco (PSL)

Sergio Peres (REPUBLICANOS)

Veja os deputados que votaram NÃO

Juliana Brizola (PDT)

Pepe Vargas (PT)

Luiz Fernando Mainardi (PT)

Fonte: Sindibancários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =