Plebiscito Popular sobre as privatizações no RS será lançado na próxima segunda

Na próxima segunda-feira (23), às 12h, acontece o lançamento da campanha do Plebiscito Popular sobre as privatizações no Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre está marcada um ato simbólico na Esquina Democrática, com cobertura em rede e transmissão ao vivo pelo Facebook da CUT-RS e entidades parceiras.

Haverá também lançamentos simultâneos em quatro cidades do interior gaúcho:

Caxias do Sul: Praça Central – Rua Sinimbu
Pelotas: Chafariz da Andrade Neves com a Sete de Setembro
Taquara: Em frente ao Banrisul
Três Passos: Praça Reneu Geraldino Mertz

A consulta foi organizada pelo Comitê Estadual do Plebiscito Popular, formado pela CUT-RS, centrais sindicais, movimentos sociais e partidos políticos. “Quando o governador Eduardo Leite (PSDB) e deputados aliados na Assembleia Legislativa acabaram com o direito ao plebiscito para a população do nosso estado, aprovando a PEC 280 e tirando do povo a possibilidade de decidir sobre o patrimônio público, nós resolvemos organizar essa consulta. Já que o governo tucano não quer ouvir o povo, nós vamos escutar os gaúchos e as gaúchas”, explica o vice-presidente da CUT-RS, Everton Gimenis.

O dirigente sindical aponta que o caráter do plebiscito é político e pedagógico. “Queremos discutir com a população os malefícios dessas privatizações e o que significa a entrega do patrimônio público, além de dar o direito para a população decidir sobre a venda das estatais. É uma ampla mobilização para que façamos uma grande Primavera da Democracia, em outubro, coletando milhares de votos de gaúchos e gaúchas”, projeta.

O plebiscito será realizado no período de 16 a 23 de outubro.

Serviços precários, menos investimentos e tarifas mais caras

A importância das empresas públicas para o RS está em debate. Gimenis alerta para o perigo da venda das estatais, a começar pela distribuição, transmissão e geração de energia.

“A política de privatizações é uma tragédia para o povo gaúcho. Com a entrega da CEEE, a conta de luz vai aumentar, além de acabar com as tarifas subsidiadas, que são tarifas públicas para pessoas de baixa renda. Também precarizam os serviços e reduzem os investimentos, porque as empresas privadas só pensam no lucro”, argumenta.

Outra preocupação é com a água, um bem essencial para vida. “Água é saúde. A empresa que comprar a Corsan não vai ter isenção tributária, como tem uma empresa pública, e esse valor será repassado para as tarifas, ou seja, para o bolso do consumidor. E sem investimentos sociais em saneamento, a água vai ser um bem raro, como é a gasolina hoje, que somente poucos têm acesso”, alerta.

Outra estatal na mira das privatizações é o Banrisul. “Além de ser um banco lucrativo e dar dividendos para o estado, mais de 107 cidades do RS são bancarizadas porque tem uma agência do Banrisul. Ele é importantíssimo para o nosso fomento e desenvolvimento, financiando os pequenos empresários, os pequenos agricultores e todos aquele que necessitam”, ressalta.

Gimenis critica ainda a privatização da Procergs, que coloca em risco a proteção de dados das empresas e da população. “Vai acabar com o sigilo dos dados do povo gaúcho. A Procergs hoje tem todo o cadastro do estado e isso na mão da iniciativa privada vira um comércio”, enfatiza.

Participe da Primavera da Democracia

O Comitê Estadual propõe a organização de atividades de divulgação do Plebiscito Popular. A proposta é marcar atos simbólicos, em pontos de maior fluxo, colocando uma borboleta gigante para chamar atenção de quem estiver passando, além de entregar um panfleto com a apresentação do plebiscito.

As perguntas estão em fase final de elaboração e a organização já disponibilizou alguns materiais de campanha. Também foi divulgada a agenda de atividades até 7 de setembro.

Agenda do plebiscito popular sobre as privatizações no RS 

19/08 – 19h – Reunião do Comitê do Plebiscito Popular – Região Corede Vale dos Sinos

20/08 – 18h – Reunião de Organização do Plebiscito Popular – Cruz Alta

21/08 – 10h – Reunião do Comitê do Plebiscito Popular – Região Produção

23/08 – 12h – Lançamento da Campanha do plebiscito

24/08 – 19h – Reunião do Comitê do Plebiscito Popular Metropolitana Delta do Jacuí

24/08 – 19h – Reunião do Comitê do Plebiscito Popular Vale do Rio Pardo

25/08 – 19h – Reunião do Comitê Estadual do Plebiscito

26/08 – 19h – Reunião de Organização do Comitê do Plebiscito – Região Corede Vale do Taquari

26/08 – 19h- Reunião do Comitê do Corede Médio Alto Uruguai

26/08 – 19h – Reunião do Comitê do Plebiscito Popular – Região Corede Vale do Paranhana

26/08 – 19h – Lançamento do Comitê do Plebiscito Popular – Porto Alegre

28/08 – 9h – 2ª Oficina de Formação do Plebiscito

1º/09 – 19h – Reunião do Comitê Estadual do Plebiscito

07/09 – 1º grande evento do plebiscito – Grito dos Excluídos

16 a 23/10 – Período de votação
Acesse a página do plebiscito popular: https://www.facebook.com/plebiscitopopularrs 

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: plebiscitopopularrs@gmail.com 

 

Fonte: CUT-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =