Curta-metragem “Armada” estreia nesta terça (6), em Caxias

Pouco se sabe sobre casos de tortura que tenham ocorrido em Caxias do Sul, durante a ditadura militar. Pois o curta-metragem Armada se propõe a abordar o assunto, ainda que de forma ficcional. 

“ Quando se fala em ditadura, as pessoas ligam mais com as capitais, com Rio de Janeiro, com São Paulo. No curta, fala-se no SOPS, que poucos conhecem. A maioria conhece somente o DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), mas nas regionais era o SOPS que fazia o trabalho”, contextualiza Filipe Ferreira, diretor do curta.

Armada tem como protagonistas os atores Jorge Valmini, que vive o policial torturador Nunes, e Davi de Souza, intérprete do jornalista torturado Pedro. A produção, custeada pelo Financiarte, será lançada nesta terça-feira (6), em sessões que ocorrem às 21h e 21h30min, na Sala de Cinema Ulysses Geremia, no Centro de Cultura Ordovás (Rua Luiz Antunes, 312, bairro Panazzolo).

O curta tem duração de 15 minutos e será exibido após um minidocumentário, com entrevistas de pesquisadores sobre o período da ditadura no Brasil. A entrada é franca.

Armada, 15minutos, drama, diretor Filipe Ferreira.

Local: Sala de Cinema Ulysses Geremia, no Centro de Cultura Ordovás (Rua Luiz Antunes, 312, bairro Panazzolo).

Sessões: às 21h e 21h30min

Entrada: Franca.

 

Fonte: O Pioneiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =