Lucro do Banrisul atinge R$ 627,1 milhões de janeiro a setembro de 2012

 

Segundo dados divulgados pelo Banrisul, para o período entre janeiro e setembro de 2012, o lucro líquido foi de R$ 627,1 milhões. Quando comprado com o mesmo período do ano anterior, o lucro foi 7,46% menor.

 

Fatores relacionados à desaceleração do cenário econômico, a adaptação a maior concorrência estimulada pela política federal de redução de juros e, ainda, os efeitos da seca sobre a safra no Rio Grande do Sul podem justificar esse resultado. Além disso, outro fator que contribuiu para essa redução foi o aumento das Despesas com Provisão para Operações de Crédito que cresceram 42,13%, no mesmo período.

 

Destaca-se o volume de crédito transacionado pelo banco ao longo desse ano, que passou de R$ 19,65 bilhões para R$ 23,79 bilhões, o que representa um crescimento de 21,04%. A oferta maior de crédito resultou em um aumento no Resultado Bruto da Intermediação Financeira, parcela que o banco se apropria com os empréstimos, de 7,91% na comparação com o mesmo período de 2011.

 

A Receita de Prestação de Serviços somada a Renda de Tarifas Bancárias que passaram de R$ 517,37 milhões para R$ 576,35 milhões, ou seja, um aumento de 11,40% cobriu uma parcela menor (64,62%) das Despesas de Pessoal que cresceram 12,21%, comparando os três primeiros trimestres de 2012 ao mesmo período de 2011, principalmente, motivado pelo aumento do número de trabalhadores, que passou de 9.836 para 11.088.

 

Impasses com os trabalhadores – O Banrisul ainda não assinou o Acordo Aditivo com os banrisulenses do estado, nem o Acordo Coletivo no geral. Neste ano, bancários do Banrisul permanecerem em greve do dia 18 de setembro ao dia 4 de outubro, por conta da intransigência da direção em negociar. Os problemas do Banrisul atingem o Plano de Carreira da categoria bancária, que aguarda, após o movimento grevista, uma prerrogativa de solução para o problema.

 

Na semana passada, dia 14 de novembro, a comissão paritária, formada por representantes sindicais do SindBancários e da Fetrafi-RS, que debate com o Banrisul a implantação do novo plano de carreira, participou de mais uma rodada de negociações, composta pelos representantes dos trabalhadores e da diretoria do banco. Por duas horas e meia, os banrisulenses levaram à direção questões e sugestões sobre as propostas de alteração do atual Plano de Carreira. Uma nova reunião foi marcada para as 9h30 da próxima quarta-feira, dia 21, quando as propostas serão detalhadas.

 

Durante a Campanha Salarial, na Pauta Específica dos Banrisulenses, a proposta de implantação do plano de carreira era de que o do piso ao teto, os níveis de remuneração tivessem sua distância reduzida. Em linhas gerais, a luta dos trabalhadores é histórica e busca ampliar as chances de o banrisulense construir uma carreira sólida no banco.

Fonte: Dieese e Fetrafi-RS com edição da Assessoria de Comunicação Bancax.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze + dezesseis =