Banco do Brasil quer dobrar crédito para imóveis

O Banco do Brasil (BB) quer dobrar em 2013 a sua carteira de crédito imobiliário. De acordo com dados publicados nesta quinta-feira (10 de janeiro), o banco conseguiu fechar 2012 com a liberação de R$ 11,35 bilhões de empréstimos imobiliários. Trata-se de um crescimento de 75% em relação ao valor contratado em 2011, de R$ 6,43 bilhões.

A estratégia do BB é se tornar o segundo banco de crédito imobiliário no País até o fim de 2014. Para atingir essa meta, o BB precisa dobrar a cada ano a sua carteira. A liderança é ocupada hoje pela Caixa Econômica Federal, seguida pelo banco Itaú.

Em entrevista à imprensa, o diretor de Crédito Imobiliário do BB, Gueitiro Matsuo Genso, disse que a instituição está "focando muito forte neste mercado. A grande janela de oportunidade para o banco de varejo crescer a sua carteira de crédito no País é financiar as moradias".

Segundo ele, o BB tem hoje uma participação de cerca de 4,1% no mercado, enquanto o segundo colocado ocupa uma fatia em torno de 9%. Ele ainda destacou que o crédito imobiliário é o produto de maior fidelização para o banco, por se tratar de um financiamento de longo prazo.

Além do crédito para as pessoas físicas, o BB também financia as construtoras. "Nosso potencial de geração de negócios futuros é muito grande, porque financiamos muitos empreendimentos. Eles vão sendo construídos e as pessoas vão comprando", disse Genso.

 

Minha Casa Minha Vida – O diretor acrescentou que em seu primeiro ano como parceiro das construtoras no programa Minha Casa, Minha Vida Minha Vida, o BB superou a meta estabelecida para 2012 e ultrapassou o número de 114 mil unidades habitacionais contratadas.

Os primeiros projetos da faixa 1 do programa foram contratados no BB em junho. O BB já conta com 50.349 unidades habitacionais contratadas, com empreendimentos em 17 Estados. A faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida beneficia famílias com renda de até R$ 1,6 mil mensais, selecionadas pelas prefeituras das cidades onde os empreendimentos são construídos.

A instituição também possui contratos que viabilizam a construção de mais de 64 mil unidades habitacionais nas faixas 2 e 3, em 204 projetos em todo o Brasil. Desse total, mais de 10 mil unidades já foram repassadas aos compradores, por meio de financiamento imobiliário à pessoa física.

Fonte: Portal Vermelho com edição da Assessoria de Comunicação Bancax.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − doze =