Negociação nos dias 26 e 27 trata de remuneração

Remuneração será o tema da terceira rodada da Campanha Nacional Unificada 2013. A negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a federação dos bancos (Fenaban) tem início na tarde da segunda-feira 26 e segue na terça 27.

Alguns números extraídos dos balanços das seis maiores instituições financeiras do Brasil reforçam o que o Sindicato sempre apresenta à mesa: os bancários são os principais responsáveis pelos excelentes resultados dos bancos há décadas.

Comparados os primeiros seis meses deste ano com o mesmo período de 2012, o lucro gerado por trabalhador subiu 19,4%. Cada bancário ampliou em 13,6% a receita com tarifas e em 19,8% a carteira de crédito. O número de contas correntes sob a responsabilidade de cada um aumentou 6,9%.

Nesse quadro, seria de esperar que mais funcionários estivessem atuando nas agências bancárias, mas esse foi o único número que caiu: menos 5% por unidade. “Os bancos reduzem empregos e mesmo assim, às custas da saúde dos bancários, veem crescer seus resultados”, afirma a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira, destacando que os trabalhadores querem sua parte, com aumento real de salário, valorização do piso, da PLR, dos vales e auxílios, além de melhores condições de trabalho, fim das metas abusivas e mais empregos para acabar com a sobrecarga que adoece.

“O setor, que já havia fechado quase 2 mil postos de trabalho no 1º semestre,  começou o segundo semestre no mesmo caminho. Somente no mês de julho, são 460 empregos a menos. Se considerarmos apenas os bancos múltiplos, com carteira comercial (fora a Caixa), o saldo de julho foi negativo em 910 postos, sendo que no 1º semestre havia sido de menos 4.890”, completa a dirigente.

 

 

 

Fonte: Imprensa Seeb SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14 + seis =