Bancários de Petrópolis protestam contra sauna grátis no Itaú

Com as altas temperaturas,o trabalho ficou muito mas difícil, prejudicando não apenas os funcionários, mas também os clientes, que precisam esperar em longas filas pelo atendimento.

Os bancários distribuíram folhetos com os números do Disque Itaú, Ouvidoria, Banco Central e também do Procon, para que os clientes e usuários possam reclamar da situação vivida no local.

"Os funcionários da agência entraram em contato com a direção geral do banco na última quinta-feira (06), só que até o momento não resolveram o problema", relatou Luiz Claudio Rocha, presidente do SindBancários Petrópolis.

"Uma empresa que registrou um lucro de R$ 15 bilhões no ano passado, só mostra com este comportamento, que não se importa com funcionários, clientes e usuários, sujeitando-os a passarem por uma situação dessas, disse Luiz Cláudio Rocha.

Os clientes da agência também concordam com a falta de comprometimento e lamentam o fato do ar-condicionado estar quebrado.

Fonte: Contraf-CUT e Seeb Petrópolis
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 6 =