Trabalhadores do Bradesco Financiamentos ingressam na categoria bancária

A categoria bancária ganhará o reforço de mais um contingente importante de trabalhadores. Cerca de dois mil comerciários que trabalham para o Banco Bradesco Financiamentos (antiga Finasa), irão deliberar em assembleias específicas realizadas pelos sindicatos pelo ingresso na categoria bancária ainda este mês. No Rio Grande do Sul a empresa possui 83 funcionários, distribuídos nas unidades de Porto Alegre, Passo Fundo, Santa Maria, Caxias do Sul, Ijuí, Novo Hamburgo e Pelotas.

Entenda o caso

Em 2002, após fusão, o Bradesco transformou em comerciários os bancários do Finasa, instituição especializada em financiamentos . Já em 2009, foi a vez dos funcionários do antigo BMC. Comprado pelo Bradesco em 2007, eles foram pressionados a assinar uma carta solicitando transferência para o Finasa. A manobra representou um adeus à categoria bancária. Eles passaram a ser promotores de vendas, perdendo direitos históricos como PLR, vale-refeição, dentre outros.

Depois de doze anos como comerciários, 1.218 trabalhadores do Bradesco Financiamentos aprovaram em assembleia realizada pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo no último dia 11 de fevereiro, o ingresso na categoria bancária. Com isso, os empregados terão equiparação salarial e de direitos aos trabalhadores em instituições financeiras, o que inclui mais verbas, PLR e demais direitos trabalhistas, garantidos pela Convenção Coletiva Nacional dos Bancários.
Na prática, cerca de 1,3 mil desses novos bancários em todo o país vão ganhar até 137% a mais. Os funcionários que recebem o piso passarão a receber o valor da categoria, o que significa aumento de 71%.

Assembleias pelo país

Agora chegou a vez de outros dois mil trabalhadores da empresa, em todo o País, também decidirem em assembleia sobre o ingresso na categoria bancária. A Fetrafi-RS orienta aos sindicatos que possuem unidades do Banco Bradesco Financiamentos em suas bases, que promovam assembleias específicas até o dia 20 de março, para deliberar sobre o acordo a ser assinado com o Bradesco, viabilizando o ingresso dos trabalhadores na categoria bancária a partir do dia 1º de abril. A documentação necessária para formalização das assembleias será enviada pela Secretaria da Federação aos sindicatos através de e-mail.

Para o diretor da Federação, Luiz Carlos Barbosa, os benefícios gerados pelo acordo aos empregados da antiga Finasa justificam o enquadramento na categoria bancária. “Somente o aumento do piso em 71% já tem grande impacto sobre a remuneração destes trabalhadores. As demais verbas garantidas como a participação nos lucros e outros direitos também são grandes conquistas para o segmento”, afirma o dirigente sindical.

O diretor da Fetrafi-RS, Juberlei Bacelo destaca a importância de agregar mais trabalhadores para fortalecimento da categoria. “Mais do que nunca precisamos nos unir para evitar a perda de direitos e obter avanços a cada campanha salarial. O ingresso dos empregados do Bradesco Financiamentos é muito significativo, tanto para as entidades sindicais quanto para o conjunto dos bancários. Ganhamos mais peso e poder de pressão nas negociações”, enfatiza Juberlei.

Fonte: Imprensa/Fetrafi-RS
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =