Quadrilha ataca agências do BB e Bradesco no interior de Alagoas

O ataque a bancos virou rotina no interior de Alagoas. Desta vez, o alvo dos assaltantes foram as agências do Banco do Brasil e Bradesco de Craíbas, município da Região Metropolitana do Agreste. O crime ocorreu por volta das 2h30 desta sexta-feira (28), no centro do município. Cerca de 10 homens em dois carros participaram da ação.

Guarnições do Pelopes de Arapiraca foram deslocadas até o município, após uma denúncia anônima sobre a ação dos bandidos. No local, os policiais se depararam com uma cena de guerra: além de explodirem os caixas eletrônicos, a quadrilha conseguiu destruir o prédio da instituição financeira.

De acordo com populares, a agência do Banco do Brasil foi destruída pela explosão. Já a agência do Bradesco, que fora atacada em janeiro deste ano, teve o seu caixa eletrônico levado pela quadrilha. Ainda não se sabe a quantia levada pelos bandidos das duas agência bancárias.

Com apenas três homens de plantão no Grupamento Militar da cidade, os militares nada puderam fazer para impedir a ação dos bandidos.

Mobilização dos trabalhadores

A onda de ataques a bancos em Alagoas e vários estados do Nordeste preocupa os trabalhadores. No último dia 19, a Contraf-CUT e os Sindicatos dos Bancários e dos Vigilantes participaram de uma reunião com o secretário de Estado da Defesa Social (SEDS) de Alagoas, Eduardo Tavares, em Maceió, discutindo medidas para enfrentar as ações criminosas.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Jairo França, apontou o descaso e a irresponsabilidade dos bancos na segurança. "Eles não fazem a sua parte, na medida em que, apesar dos altos lucros, muito pouco investem na prevenção de assaltos e sequestros, colocando em risco a vida de trabalhadores e clientes e dificultando a atuação da segurança pública", salientou.

Fonte: Contraf-CUT e Alagoas 24 horas
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 − 5 =