Projeto-piloto de segurança volta ao debate nesta segunda em Recife

A Contraf-CUT e o Sindicato dos Bancários de Pernambuco voltam a se reunir com a Febraban nesta segunda-feira (26), às 14h, em Recife, para continuar o trabalho de acompanhamento do projeto-piloto de segurança bancária, implantado há nove meses em 209 agências da capital pernambucana, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Trata-se de uma das conquistas das negociações da Campanha Nacional dos Bancários de 2012.

Também deverão participar da quinta reunião do Grupo de Trabalho (GT) os demais atores envolvidos no projeto-piloto, como a Secretaria de Defesa Social (SDS) do governo estadual, as prefeituras das três cidades, os comandos das polícias militar e civil e o Ministério Público.

O projeto-piloto foi assinado no dia 14 de maio do ano passado, com prazo de 90 dias para instalação dos equipamentos previstos (porta giratória com detector de metais, câmeras internas e externas, biombos em frente aos caixas, guarda-volumes e cofres com retardo), além da presença de vigilantes armados e com coletes a prova de balas. A duração é de um ano.

A última reunião em Recife aconteceu no dia 23 de abril, quando foram apresentados números que apontam uma redução de 30% dos assaltos no período de vigência do projeto-piloto.

Expectativas

"Esperamos obter novas informações sobre o andamento do projeto-piloto e aprofundar a análise das ocorrências, incluindo os casos de \’saidinha de banco\’, esse crime que começa dentro dos bancos e que têm causado a morte de clientes e de outras pessoas", afirma o secretário de imprensa da Contraf-CUT e coordenador do Coletivo Nacional de Segurança Bancária, Ademir Wiederkehr.

"A expectativa dos bancários é a extensão das medidas do projeto-piloto, que estão sendo testadas e aprovadas, para todas as agências e postos de atendimento de todo o país, a fim de melhorar a segurança e proteger a vida das pessoas", reforça o dirigente sindical.

Fonte: Contraf-CUT
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 1 =