Greve força Banrisul a fazer nova proposta e Comando orienta aceitação

Depois de cinco longas reuniões de negociação específica com o Comando dos Banrisulenses, o Banrisul apresentou uma proposta final às reivindicações dos trabalhadores na Campanha 2014. O principal ponto de discussão nas negociações foi a implantação do novo Plano de Carreira, que finalmente irá se concretizar com a definição do cronograma de implantação. De acordo com a proposta do banco, o processo de migração será aberto pela instituição em dezembro de 2014.

Apesar da tentativa inicial do banco de suprimir o pagamento da PLR Banrisul – direito conquistado pelos trabalhadores em 2012 – devido aos custos de implantação do novo Plano, o Comando dos Banrisulenses conseguiu manter o pagamento do benefício.

Entre os pontos positivos conquistados na negociação e citados pelo Comando dos Banrisulenses estão as promoções por tempo sem limite de vagas (com concessão de 5,5% de reajuste a cada três anos) e a manutenção do pagamento da cesta extra e das verbas de PLR aos banrisulenses afastados para tratamento de saúde.

A contraproposta do Banrisul foi aprovada pela maioria do Comando Nacional dos Banrisulenses, com orientação de aceitação nas assembleias e retorno ao trabalho nesta quarta-feira, dia 8.

Veja detalhes do novo Plano de Carreira:

Os empregos básicos bancários serão hierarquizados em três níveis de classificação, segundo o critério de escolaridade exigido como requisito no concurso público ou seleção pública.

Funções diversas – ensino fundamental,
Escriturário, Técnico B;
TI – BPD – ensino médio ou técnico;
TTI e nível superior (advogados, contadores, economistas, jornalistas, enfermeiros/as etc) – ensino superior.

Todos os quadros terão a mesma estrutura:

10 padrões de progressão por tempo (vertical)
10 padrões de progressão por mérito (horizontal)
Step único de 5,5% nas progressões por tempo
Step único de 5,5% nas progressões por mérito
Progressão por tempo: 3 anos de serviço no mesmo padrão, sem limite de vagas
Progressão por mérito: será construída proposta na comissão já formada que tratará das avaliações.
O enquadramento será de acordo com a Remuneração de Enquadramento (RE)
*RE: somatório das rubricas salariais mensais de ordenado pelos valores vigentes no mês anterior ao início do processo de migração.

Para fins de enquadramento serão consideradas as seguintes rubricas (somatório):

Ordenado
Complemento de dissídio
Abono e adicional de acordo coletivo

No caso de não existir uma coluna de igual valor aos somatórios das rubricas, o enquadramento ocorre na coluna seguinte, a maior.

Migração

Opção 1

Período de migração: 15 dezembro a 13 março de 2015
Efetivação da migração para os que optarem a partir de 1º de janeiro de 2015
Primeira promoção para os desenquadramentos em 1º janeiro de 2016

Opção 2

Período de migração: 15 dezembro de 2014 a 13 março de 2015
Efetivação da migração para os que optarem a partir de 1º de julho de 2015
Primeira promoção para os desenquadramentos em 1º outubro de 2016

Veja outras propostas apresentadas pelo Banrisul:

Saúde – Será criada mesa temática para debater o assédio moral.

Democracia, participação e transparência – O empregado em cadastro de reservas na forma em ser regulamentada poderá participar simultaneamente de 3 outros processos seletivos. Também fica assegurado o retorno da análise de perfil quando solicitado.

Movimentação de pessoal – O empregado que renovar seu pedido de movimentação manterá sua classificação.

Auxílios – A 13ª Cesta de Alimentação será extensivo aos afastados por doença.

PLR CCT – Será paga em 5 dias depois da assinatura do aditivo e mantêm-se o mesmo formato do ano passado (inclusive para os afastados por doença).

PLR Banrisul – 1,0% do Lucro Líquido do Banrisul.

Jornada – Para jornada de 6 horas será facultada a extensão do intervalo de 15 minutos com compensação no mesmo dia.

Fonte: Contraf-CUT com Fetrafi-RS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =