Criminosos explodem caixa eletrônico em Ana Rech

Assaltantes explodiram um caixa eletrônico de uma agência do Banco do Brasil, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, por volta das 3h10min da madrugada deste sábado. O banco fica na Avenida Rio Branco, no bairro Ana Rech. Pelo menos quatro homens, todos encapuzados, participaram da ação.

Os criminosos abordaram um ônibus do transporte coletivo urbano, renderam o motorista e o cobrador e utilizaram o veículo para bloquear a avenida em frente à agência bancária. No momento da ação, não havia passageiros dentro do ônibus.

Para entrar na agência, os criminosos quebraram o vidro de acesso e, em seguida, instalaram explosivos em um terminal eletrônico dos cinco do local. Populares relataram à Brigada Militar que ouviram duas detonações.

Após o furto, o motorista de um ônibus, que passava em frente ao local, foi obrigado a parar o coletivo e descer. O veículo foi utilizado na fuga pelos indivíduos. Não havia mais passageiros no ônibus. Em seguida, o grupo espalhou miguelitos no acesso ao bairro Ana Rech, deixou o coletivo e fugiu em uma Hyundai Tucson e um Fiat Uno.
Conforme a Brigada Militar, os indivíduos fugiram os assaltantes fugiram em uma Hyundai Tucson e em um Fiat Uno, ambos de cor prata pelo interior do bairro em direção a Rota do Sol, pela RST 453, e não foram mais vistos.

Foram realizadas buscas em Caxias do Sul e nas cidades vizinhas, mas ninguém foi preso.

Para a BM, o gerente do banco informou, preliminarmente, que a gaveta com dinheiro não havia sido violada e que não foi visualizado nenhuma nota no chão. O local foi isolado para pericia. Um pneu de uma viatura da Brigada Militar furou devido aos miguelitos espalhados no chão.

Nesta segunda-feira o coordenador da secretaria de Política Sindical, Nelso Bebber, e o coordenador da secretaria de Saúde e Relações de Trabalho, Vilmar Cartagna, do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região estiveram no local para acompanhar a investigação e verificar as condições de trabalho para os bancários da agência atacada.

Fonte: Assessoria de Imprensa com informações do Portal Correio do Povo
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =