Eleitos da Cassi defendem Sistema Integrado para combater fraudes

Os diretores e conselheiros eleitos da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil divulgaram nesta quarta-feira (7) a edição número 7 do boletim Prestando Contas Cassi, abordando as perspectivas e os desafios para o ano de 2015.

Entre os desafios, está a implantação de um Programa de Excelência do Relacionamento, cuja base é o Sistema Integrado de Serviços de Saúde da Cassi, que foi apresentado ao banco e às suas representações na gestão compartilhada no segundo semestre de 2014.

Leia aqui a íntegra do Boletim.

Os diretores eleitos da Cassi também alertam para a questão da sustentabilidade do sistema e da necessidade de que o banco faça contribuições extraordinárias no exercício 2015-2016, para que o novo modelo seja implantado e para que o sistema fique menos à mercê de imposições externas, o que têm sido responsável por graves crises nos sistema público e privado de saúde no Brasil e no mundo.

O boletim ainda traz análise da reportagem sobre a máfia das próteses, exibida pelo programa Fantástico no último domingo (4), que denunciou a ação de fabricantes, vendedores e profissionais de saúde que atuam para ganhar milhões de reais, com a prática de cirurgias desnecessárias que colocam em risco a vida dos pacientes, além de trazer sérios prejuízos aos planos de saúde e ao Sistema Único de Saúde (SUS).

"É fundamental que avancemos no Sistema Integrado de Serviços de Saúde da Cassi porque o modelo expõe menos os associados e familiares a essas máfias e maus profissionais, que só querem auferir lucro, às custas da saúde das pessoas", afirma o diretor eleito William Mendes.

Fonte: Eleitos da Cassi
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − cinco =