Caixa recua e retira proposta sobre critérios da promoção por mérito

Os empregados da Caixa Econômica Federal obtiveram um importante avanço na discussão dos critérios da promoção por mérito para o ano-base de 2015. A empresa concordou em retirar da proposta de sistemática, que havia apresentado anteriormente, o AV Caixa, um instrumento de medição de resultados, como critério de pontuação para as promoções.

A decisão foi tomada na terceira reunião da comissão paritária do PCS, criada para debater e formular propostas de regras para promoções, ocorrida nesta terça-feira (24), em Brasília (DF), após nova pressão dos representantes dos trabalhadores, que se recusavam a dar continuidade ao debate caso o banco não recuasse.

"Esse é um avanço importante, porque não aceitaríamos de forma alguma o atrelamento da promoção por mérito ao cumprimento de metas", enfatizou Genésio Cardoso, integrante da comissão paritária.

Desde a primeiro encontro neste ano, ocorrido em 28 de janeiro, que o banco defendia a mudança na metodologia da promoção por merecimento com o objetivo de vincular a avaliação dos empregados ao cumprimento de metas. A Caixa propôs a substituição do critério Avaliação de Múltiplas Fontes pelo AV Caixa.

Os representantes dos trabalhadores deixaram claro, na reunião desta terça-feira, que também não abrem mão da manutenção da Avaliação por Múltiplas Fontes. A Caixa insiste em retirar esse parâmetro, alegando que o objetivo é simplificar o processo. Para os empregados o motivo é outro: reduzir o número de funcionários aptos a receber a promoção por merecimento.

"A avaliação por múltiplas fontes, defendida pelos empregados, faz o trabalhador participar ativamente. É mais democrático, porque todas as análises possuem o mesmo peso. Os empregados avaliam a si próprios, aos colegas e aos gestores. Ao mesmo tempo são avaliados por eles. Em nenhum outro momento o empregado tem essa oportunidade", explica Leonardo Quadros, representante da Fetec/SP.

A Caixa ficou de analisar a questão e uma nova reunião foi agendada para o dia 17 de março, às 16h, em Brasília, para dar continuidade à discussão.

Composição

Na reunião desta terça-feira, foi oficializada a substituição do representante do Sindicato dos Bancários do Ceará na comissão paritária. Jefferson Tramontini ficou no lugar de Elvira Ribeiro Madeira. Integram ainda este fórum: Genésio Cardoso (Fetec/PR), Leonardo dos Santos Quadros (Fetec/SP), Marcelo Lopes de Lima (Feeb/SP-MS), Vanessa Sobreira Pereira (Sindicato dos Bancários de Brasília) e Wandeir Souza Severo (Fetec/Centro-Norte).

Fonte: Fenae
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + seis =