FNDC realiza 2º Encontro Nacional de Comunicação de 10 a 12 de abril

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) organiza entre os dias 10 e 12 de abril o 2º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação (ENDC), com a participação de militantes de todo o Brasil, reunidos para fortalecer a rede em defesa da Democratização da Comunicação.

O local escolhido para esta edição do evento é o Instituto Metodista Izabela Hendrix, em Belo Horizonte. O primeiro ENDC, em 2012, foi realizado no Recife.

"Reunir militantes e interessados no tema da Comunicação é essencial para estabelecermos uma estratégia de luta pela Democracia, que passa, necessariamente, pela questão da desconcentração dos meios de comunicação, pluralidade de pontos de vista e participação popular, além da concepção da Comunicação como um direito humano”, afirma Rosane Bertotti, coordenadora geral do FNDC e secretária nacional de Comunicação da CUT.

"O Encontro é um espaço, também, para dialogarmos sobre experiências de Comunicação em nossas regiões”, disse Rosane, lembrando da iniciativa do Projeto de Lei de Mídia Democrática e da Campanha Para Expressar a Liberdade.

Participação Internacional

Na mesa que traçará o cenário internacional sobre a regulação das comunicações e os desafios do caso brasileiro, estão confirmados o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, o canadense Toby Mendel e Martín Becerra, docente na Universidade Nacional de Buenos Aires (UBA) e Universidade Nacional de Quilmes, na Argentina.

Também está confirmada a presença no evento de Gustavo Gómez, ex-assessor de comunicação do ex-presidente do Uruguai, José Pepe Mujica. O presidente foi o responsável pela sanção da Lei de Serviços de Comunicação Audiovisual (Ley de Medios), que garante diversidade e pluralidade na mídia do país vizinho.

Além da programação regular, há a possibilidade de entidades, coletivos, movimentos sociais, pesquisadores e ativistas autônomos inscrever propostas de atividades autogestionadas, que poderão ser temáticas (palestras, mesas-redondas, debates, oficinas, rodas de conversa e exposição de trabalhos acadêmicos) ou culturais (cênicas, musicais, performáticas, literárias e audiovisuais).

Programação

Sexta-feira, 10 de abril
16 horas (Concentração) – Ato político-cultural no centro de Belo Horizonte (MG)

Sábado, 11 de abril
9 horas – Ato Político de Abertura 10h/12h – O cenário internacional e os dilemas do Brasil para enfrentar a regulação democrática para garantir a liberdade de expressão
12h /13h30 – Almoço
13h30 /15h30 – A luta por uma comunicação mais democrática na América Latina
15h30 /16h – Intervalo
16h – 18h – Atividades autogestionadas
18h – 19h30 – Jantar
19h30 horas – Internet, um direito fundamental

Domingo, 12 de abril
9h – Atividades autogestionadas
11h/13h30 – Projeto de Lei da Mídia Democrática e estratégias de lutas
13h30 /14h30 – Almoço
14h30 – Ato de encerramento

Fonte: CUT
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × dois =