Bancários obtêm liminar e agências ficam fechadas nesta segunda-feira (03)

A Fetrafi-RS e o SindBancários ajuizaram na manhã deste sábado (1º) uma nova ação judicial contra a abertura de agências e postos de atendimento bancário de todo o Estado nesta segunda-feira (03). A liminar a favor das entidades foi deferida neste domingo e visa garantir a segurança de bancários, clientes e usuários dos bancos, após anúncio de paralisação geral da Polícia Civil e Brigada Militar. Os policiais integram o grupo de servidores que teve os salários parcelados na sexta-feira (31) pelo governador José Ivo Sartori. O parcelamento gerou grande indignação nos trabalhadores, que receberão seus vencimentos divididos em parcelas até o dia 25 de agosto.

Entenda o caso

O governo do Rio Grande do Sul parcelou na sexta-feira, 31 de agosto, o salário de julho de 163.784 servidores do Executivo, incluindo funcionários da ativa, aposentados e pensionistas. Alegando déficit de R$ 360 milhões nas contas do mês, o governo conseguiu pagar apenas salários líquidos até R$ 2.150. A reação do funcionalismo gaúcho foi imediata. As associações de policiais militares e de bombeiros anunciaram que as tropas da Brigada Militar ficarão "aquarteladas” na próxima segunda-feira em protesto contra o atraso dos salários. Serão atendidos apenas ocorrências de urgência.
O atraso atinge 85% dos servidores da área de segurança pública, incluindo a Brigada Militar, e 47% das pensões previdenciárias. Além disso, quatro em cada dez professores da rede pública não vão receber em dia.

Comunicação/Fetrafi-RS
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 2 =