Mídia da Campanha 2015 é apresentada na Conferência Nacional

"Exploração não tem perdão". Esse é mote da mídia da Campanha Nacional dos Bancários 2015, que foi apresentada neste domingo (2), durante a plenária final da 17ª Conferência Nacional dos Bancários, que acontece em São Paulo. A proposta foi construída pelo coletivo de imprensa, que reuniu dirigentes sindicais e profissionais de comunicação de federações, sindicatos, Fenae e da Contraf-CUT. Ao todo foram realizadas quatro reuniões.

Ao explicar a mídia, o secretário de Imprensa da Contraf-CUT, Gerson Pereira, lembrou que foram levadas em conta questões como terceirização, o assédio, a discriminação entre outros problemas que atentam contra os direitos da categoria bancária. O diretor da entidade destacou ainda que o material, com suas diversões possibilidades de utilização (outdoor, camisetas, cartazes, selos entre outros), será disponibilizado para as entidades sindicais na próxima quarta-feira, 5 de agosto, no site da Confederação(www.contrafcut.org.br).

"Saímos com um material que representa o anseio dos trabalhadores de todo o Brasil, pois o trabalho final é resultado de todas as participações que tivemos durante as quatro reuniões. Todos os sindicatos podem ter certeza de que terão um material de muito conteúdo e qualidade. E com diversas possibilidades de ações para pressionar os banqueiros a atenderem nossas reivindicações", destaca Gerson Pereira.

Eixos

A proposta da mídia da campanha 2015 prevê a utilização de sete eixos que foram denominados de 7 pecados do capital: assédio, discriminação, ganância, irresponsabilidade, mentira, ostentação e terceirização.
"A ideia é mostrar que os banqueiros são exploradores da categoria bancária. E o lucro exorbitante que os bancos obtêm é o resultado da exploração dos trabalhadores. A mobilização da categoria bancária é fundamental para reverter essa situação", acrescenta o secretário de Imprensa da Contraf-CUT.

Andréa Viegas, da Rede Nacional de Comunicação dos Bancários
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + vinte =