Bancários entregam dossiê em defesa do Banrisul ao presidente da AL

Uma comissão de diretores do SindBancários e da Fetrafi-RS, entregou ao presidente da Assembleia Legislativa RS, deputado Edson Brum (PMDB), um Dossiê em Defesa do Banrisul Público. O documento, organizado pelo Dieese e pela Federação foi entregue em audiência, na manhã desta sexta-feira, 06.

Edson Brum determinou que cópias do dossiê sejam entregues aos 55 parlamentares do Executivo Estadual. O parlamentar chegou a argumentar que o governo do Estado tem declarado que não pretende privatizar o banco, mas a diretora do SindBancários, Ana Guimaraens questionou o deputado. A sindicalista lembrou que a grande preocupação dos bancários e da sociedade gaúcha, neste momento, é que a Banrisul Cartões e a Banrisul Seguradora, cuja criação como subsidiárias está em discussão na Assembleia, possam ser vendidas.

Setores lucrativos

"Esses setores são extremamente lucrativos”, destacou ela. "Se forem vendidos, isso irá com certeza enfraquecer o nosso banco público”, disse. Para o secretário geral do SindBancários, Luciano Fetzner, é fundamental neste momento em que se discute a criação das duas empresas aprovar cláusulas protetivas impedindo a abertura do capital da Banrisul Cartões e Banrisul Seguradora.

Edson Brum disse que "a preocupação é justa”. Segundo parlamentar o debate sobre o tema com os deputados pode ser difícil, "devido à dura situação que o Estado está enfrentando”.

Carlos Augusto Rocha, diretor da Fetrafi-RS, argumentou que é muito importante manter o Banrisul como um banco forte, em função do seu papel fundamental para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. O dirigente sindical lembrou que em 1998, quando os bancários e outras entidades de servidores apresentaram uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) em defesa das estatais, o próprio presidente da Casa recomendar o apoio à posição dos trabalhadores.

Acima do corporativismo

Denise Falkenberg Corrêa, diretora da Fetrafi-RS, deixou claro que a luta dos bancários neste caso vai além dos interesses corporativos. "O Banrisul atende 99% da população gaúcha, de uma ou de outra maneira”, ela frisou. "Além disso, 98% do PIB gaúcho passa pelo Banrisul – ou seja, este dinheiro permanece no nosso Estado e ajuda o Rio Grande a crescer”.

Brum disse não pode entrar no mérito da questão no momento e recomendou que as entidades sindicais procurem todos os parlamentares, que compõem a AL/RS.

 

Fonte: Imprensa/SindBancários com edição da Fetrafi-RS
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × dois =