Funcionários do Itaú fazem Dia Nacional de Luta em Defesa do Emprego

Mobilizações em todo o Brasil marcam esta quarta-feira (1), Dia Nacional de Luta dos Funcionários do Itaú. Sindicatos lideram os atos nas agências, chamando a atenção da população, sobre os problemas enfrentados pelos trabalhadores e o grande número de demissões.

De acordo com o Dieese, desde 2011, o Itaú já fechou 21 mil postos de trabalho. O balanço do banco, referente ao primeiro trimestre de 2016, mostra que a holding encerrou março com 82.871 empregados no país, com redução de 2.902 postos de trabalho em relação ao mesmo período de 2015. Foram abertas 74 agências digitais e fechadas 154 agências físicas no país entre março de 2015 e março de 2016, totalizando, ao final do período, 3750 agências físicas e 108 digitais.

" O Itaú está entre os vinte maiores bancos do mundo e mesmo com lucros altos continua ademitir. Isso é inaceitável, o banco deveria ter um papel mais nobre nesse momento da nossa economia, assegurando o emprego e ajudando o desenvolvimento do País”, critica Jair Alves, coordenador da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú e dirigente da Contraf-CUT.

Fonte: Contraf-CUT
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 12 =