Comando dos Banrisulenses e dirigentes liberados estão reunidos em Porto Alegre nesta terça-feira

A Fetrafi-RS reúne o Comando Nacional dos Banrisulenses e dirigentes sindicais liberados nesta terça-feira, 31, às 9h30, na sede da entidade, em Porto Alegre. A reunião vai pautar ações em defesa do Banrisul e assuntos gerais. À tarde os bancários aproveitam a posse da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa RS para visitar deputados e buscar apoio contra a entrega do banco público para privatização.

Ameaça iminente

As ações do Banrisul na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa) fecharam a semana passada com maior valorização, que está sendo associada a especulações de que o banco gaúcho poderia entrar no pacote de renegociação da dívida do governo estadual com a União.

>>> O Governo Sartori nega que a exigência de privatização ou federalização tenha sido colocada na mesa pelo Ministério da Fazenda e descarta a possibilidade. A renegociação foi retomada no dia 24 de janeiro, em Brasília. A BRSR6, papel mais negociado do Banrisul no pregão eletrônico, fechou a sexta-feira (27) a R$ 15,85, alta de 6,59%. Há um ano o lote de ações valia menos de R$ 5,00. Enquanto isso, o Ibovespa, principal índice da bolsa, terminou a última sessão da semana com perda de 0,24%.

>>> No dia 26 de janeiro o Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha afirmou que a venda do Banrisul é uma decisão que compete ao governador José Ivo Sartori. Envolvido na negociação da recuperação fiscal do RS com o Ministério da Fazenda, o ministro definiu o banco e a Corsan como "joias da coroa".

Fonte: Comunicação/Fetrafi-RS com informações do Jornal do Comércio e da ZH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 3 =