Banrisul alcança lucro líquido de R$ 659,7 milhões em 2016

Conforme balanço divulgado nesta quinta-feira (8) o Banrisul registrou em 2016 o lucro líquido de R$ 659,7 milhões. O resultado recorrente foi de R$ 652,3 milhões, 14,0% abaixo do apurado em 2015 e a rentabilidade de 10,3% sobre o patrimônio líquido médio. No 4º trimestre de 2016, o resultado recorrente alcançou R$ 157,6 milhões, 5,9% acima do apurado no mesmo trimestre do ano anterior e 50,1% superior ao registrado no 3º trimestre de 2016.

De acordo com os dados fornecidos pelo Banco, o resultado recorrente alcançado em 2016 reflete a contribuição positiva da margem financeira e das receitas de serviços e tarifas, desempenho impactado pelas despesas administrativas e pelo aumento de despesas com provisões para perdas de operações de crédito decorrentes do ambiente de elevado risco que prevaleceu no ano.

O patrimônio líquido atingiu R$ 6,4 bilhões no final de dezembro de 2016, expansão de R$ 234,9 milhões ou 3,8% em um ano. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 69,0 bilhões em dezembro de 2016, crescimento de 3,1% em relação a dezembro de 2015, ampliação proveniente, especialmente, do aumento na captação de depósitos, recursos que foram direcionados para tesouraria e outros ativos. 

Em dezembro de 2016, o total de recursos captados e administrados registrou saldo de R$ 56,4 bilhões. Os depósitos totais alcançaram R$ 42,5 bilhões no período, com incremento de 9,9% ou R$ 3,8 bilhões em 12 meses. O saldo das operações de crédito do Banrisul totalizou R$ 30,3 bilhões em dezembro de 2016, com decréscimo de 5,2% nos 12 meses.

Rede de atendimento

Em dezembro de 2016, a rede de atendimento do Banrisul alcançou 1.237 pontos, distribuídos em 536 agências, das quais 491 no Rio Grande do Sul, 30 em Santa Catarina, 13 nos demais estados brasileiros e duas no exterior; 200 postos de atendimento bancário e 501 pontos de atendimento eletrônico, além de 1.448 correspondentes bancários.

O diretor da Fetrafi-RS, Carlos Augusto Rocha, destaca que os números gerais alcançados pelo Banco, embora menores do que os acumulados em 2015, são positivos diante da crise na economia brasileira. "O Banrisul continua uma instituição forte e saudável, agregando importantes dividendos ao Estado. Além da rentabilidade, é preciso considerar a sua função essencial para a bancarização e o aporte relevante da instituição à economia gaúcha”, analisa o dirigente sindical.

Fonte: Banrisul com edições da Fetrafi-RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × cinco =