Sindicato convoca para assembleia e debate de pautas de lutas

O Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região convoca todas e todos suas/seus associadas/os para participarem de Assembleia Geral Virtual, a ser realizada nesta sexta-feira, 16 de julho de 2021, às 18h, na plataforma Google Met. O objetivo do encontro é eleger representantes para a Plenária Estadual Estatutária da CUT/RS, marcada para os dias 3 e 4 de setembro de 2021.

Cenário

O mundo do trabalho sofre profundas transformações. A reforma trabalhista instituiu formas de contratação e negociação que colocam a classe trabalhadora na defensiva. Contratos temporários e intermitentes, terceirizações e a informalidade fazem parte da vida dos/as trabalhadores/as. O autoritarismo nas relações de trabalho avança descontroladamente. Além disso, quinze milhões de brasileiros/as estão jogados no desemprego. Os/as aposentados/as estão pressionados pelo aumento dos alimentos, medicamentos e com o empobrecimento de suas famílias.

Nosso país tem potencial de ser uma grande nação, soberana, respeitada internacionalmente e desenvolvida econômica, social e culturalmente. Uma nação democrática que respeite os direitos humanos e contemple toda a diversidade humana, negros e negras, povos originários e a preservação da natureza. Mas hoje o que estamos vendo e vivendo é uma profunda crise econômica, desindustrialização, baixos salários, carestia, desemprego, fome, adoecimento da população, perseguição aos/as servidores/as públicos, ataque as instituições, falta de perspectiva para juventude, violência contra negros, mulheres e homofobia, que estão destruindo o Brasil.

É urgente a mobilização para tirarmos o país do estado que se encontra. E sua participação é fundamental para este processo!

Agendas

Vivemos momentos delicados e de perdas constantes e para estancar e modificar esse cenário, precisamos discutir quais serão as nossas lutas em âmbito local (o que precisamos melhorar na cidade? Quais as lutas que podemos impulsionar coletivamente no lugar onde estamos?).

Para o estado temos duas agendas concretas. A primeira é o plebiscito popular contra as privatizações. A nossa ideia é envolver a sociedade gaúcha na defesa do patrimônio público. O plebiscito é um recurso para levar a discussão até as pessoas.

A segunda agenda é o combate da reforma administrativa. Além de privatizar, o governo quer roubar direitos dos/as servidores/as e impor mudanças que degradarão ainda mais o funcionamento do estado brasileiro em seus três níveis.

Participe da Assembleia e das ações do sindicato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =