Bancários denunciam despesas de viagens de Pedro Guimarães

Contrato de uso de imagem de Cuiabano Lima também foi denunciado; ambos os casos demonstram a prática de atos lesivos ao patrimônio da Caixa

 

O Sindicato dos Bancários de Brasília e a Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Centro Norte (Fetec-CUT/CN) protocolaram duas denúncias junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), para que o órgão fiscalize os gastos da Caixa com as viagens feitas por Pedro Guimarães, acompanhando o Presidente da República, para inauguração de uma série de obras. A denúncia das entidades é que essas viagens seriam uma antecipação da campanha eleitoral.

A outra denúncia é sobre o contrato de uso de imagem firmado com Cuiabano Lima, personalidade próxima ao Presidente da República, contrato cujos termos não foram disponibilizados pela Caixa.

As denúncias demonstram a prática de atos lesivos ao patrimônio da Caixa praticados pela presidência da estatal, com vistas exclusivas a benefícios de ordem pessoal.

“Essa direção criou inclusive uma superintendência nacional para cuidar das viagens do presidente. Nos bastidores, inclusive, já a chamam de CaixaTur. As denúncias explicitam a prática de atos lesivos ao patrimônio da Caixa praticados por Pedro Guimarães”, reforçou Fabiana Uehara Proscholdt, coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa e secretária da Cultura da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Os protocolos das denúncias foram enviados ao gabinete da deputada Érika Kokay (PT/DF).

 

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × quatro =