Live debate lutas dos bancários e da CUT

Juvandia Moreira, presidenta da Contraf-CUT, participou da Quarta Sindical com o deputado Vicentinho

 

A presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira, participou nesta quarta-feira (25) de uma live sobre o Dia do Bancário e da Bancária, comemorado no sábado (28). A data também marca o 38º aniversário de fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Um dos ex-presidentes da CUT, o atual deputado federal Vicente Paulo da Silva (PT-SP), o Vicentinho, também participou da live Quarta-Sindical, produção da CUT-Paraná e do jornal Brasil de Fato.

Juvandia começou sua fala lembrando que a data foi o início de uma greve histórica da categoria bancária, com 69 dias de paralisação e que terminou com o reajuste de 30%. “É bom que esse dia seja também o dia do aniversário da CUT. As lutas de nossa categoria renderam muitos frutos, como a mesa única de negociação, que garante aumento real e permite que o bancário, no Acre ou em São Paulo tenha um mesmo piso salarial”, disse a presidenta da Contraf-CUT.

“A CUT é instrumento de luta e a categoria bancária também fez parte dessa organização. A unidade que a categoria construiu ao longo dos anos, temos também na CUT. É a expressão da forte organização da classe trabalhadora. A gente junta tudo e essa é a beleza e a riqueza da CUT, juntar todas as categorias e lutar pela democracia. Temos a presença dos bancários e bancárias com todas as categorias”, afirmou Juvandia. A presidenta da Contraf também ressaltou o que chamou de “sindicato cidadão”, com as entidades sindicais tendo que, atualmente, terem uma atuação que ultrapasse os limites corporativos, da categoria, para ações de âmbito mais social. “Precisamos também melhorar o país, a cidade e os estados onde vivemos. Precisamos agir se o transporte público é ruim, por exemplo. Esse também é o papel da CUT”, destacou.

O deputado federal Vicentinho, que também foi presidente nacional da CUT por dois mandatos, a partir de 1994, lembrou que participou da fundação e contou um pouco da história da Central. “Em 1983, quando a CUT foi fundada, estávamos cassados pela ditadura por realizarmos uma greve em solidariedade aos petroleiros, que também estavam em greve”, lembrou o parlamentar. Vicentinho ressaltou, ainda, que a CUT é a quinta maior central sindical do mundo e a maior do país. “E os bancários sempre estiveram presentes nessa luta”, abservou o deputado.

A live Quarta sindical teve a mediação do presidente da CUT do Paraná, Márcio Kieller e da jornalista Ana Carolina Caldas, do jornal Brasil de Fato. Também participaram o presidente da Federação dos Bancários do Paraná (Fetec-CUT/PR), Deonisio Schmidt, e o presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba, Antonio Luiz Fermino.

Para ver a íntegra do programa, clique aqui.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =