Trabalhadores se espantam com disparidade do Brasil

Campanha Tributar os Super-Ricos foi às ruas para mostrar quem são os bilionários do Brasil, que pagam, proporcionalmente, menos impostos do que os pobres; intervenção foi usada para produção de um vídeo com a reação das pessoas

 

A Campanha Tributar os Super-Ricos foi às ruas para apresentar a campanha à população e mostrar a disparidade entre os super-ricos do país e a grande maioria dos brasileiros e produziu um vídeo com algumas das pessoas abordadas.

“Levamos a proposta da campanha Tributar os Super-Ricos pras ruas, com a distribuição de panfletos com as imagens dos cinco maiores bilionários do país e tirinhas da Niara, nossa mascote, com os endereços das nossas redes sociais”, explicou a jornalista Katia Marko, responsável pela comunicação da campanha. “Aproveitamos para produzir um vídeo mostrando a reação de pessoas abordadas pela nossa equipe”, completou.

O vídeo

Para Katia, o vídeo mostra que o povo trabalhador não sabe quem são os super-ricos. “Mas, chamou a atenção que sabem da injustiça tributária no nosso país”, observou.

Katia ressaltou a reação de uma das pessoas com a desigualdade socioeconômica do país e os privilégios dos mais ricos.

“São mundos completamente diferentes. Pra quem trabalha duro para sobreviver, como o Paulo, que vende alho num banquinho no Largo Glênio Peres, no centro de Porto Alegre, chega a ser chocante saber o valor das fortunas que as pessoas que foram apresentadas a ele possuem. E mais ainda que, proporcionalmente, estas mesmas pessoas pagam menos impostos do que ele”, disse a jornalista.

Veja abaixo o vídeo completo, que tem pouco mais de três minutos.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

sete − quatro =